Melz Assessoria de imprensa

A piada do atendimento e a necessidade de falar com quem resolve
13/04/2017

[Marina Melz, que acredita que um bom papo com o cliente faz toda a diferença no resultado]

O canal Porta dos Fundos tem vários méritos: o formato pioneiro, os roteiros sensacionais e a incrível capacidade de brincar com questões cotidianas que incomodam muita gente. Um dos vídeos desta semana traz um desses temas, que é uma constante conversa que temos com o cliente: a objetividade e clareza no atendimento às suas demandas.

Se você não viu, dá um play aqui embaixo que você vai entender:

Brincadeiras a parte, não dá pra negar que as estruturas muito hierarquizadas trazem esse problema. Além da falta de objetividade nas decisões, outras questões atrapalham os resultados qualitativos: nem sempre quem cria tem acesso ao briefing mais completo, o dinamismo das ações acaba sendo prejudicado e quem perde é sempre o cliente.

Opa! Se você pensou que a gente é contra as construções colaborativas ou equipes mutidisciplinares, está enganado. Nós somos super favoráveis a planejamento e estratégia envolvendo tanto os clientes quanto os colaboradores que fazem parte do processo. Só acreditamos que, quando os assuntos são tão dinâmicos quanto assessoria de imprensa e mídias digitais, a agilidade é um dos aspectos mais importantes.

Nossa fórmula para manter o dinamismo com estratégia e planejamento é muito simples (e não é nenhum segredo): contatos constantes com os nossos clientes. Além das reuniões periódicas, usamos da tecnologia para estarmos sempre perto: Skype, WhatsApp, e-mails e grupos de conversa.

Quando acontece algo incrível com um dos nossos clientes, nós gostamos de agir rápido. Porque, para a imprensa, essa é uma das chaves do espaço de destaque para as notícias. Acreditamos que, para isso, estarmos próximos e sermos objetivos é fundamental.

E já que o assunto é internet, vamos de Bela Gil: você pode substituir reuniões protocolares, sem foco definido e uma dezena de pessoas por uma conversa objetiva, rápida e com um fornecedor no qual você confia e que te trará resultados.

Se, com a brincadeira do Porta dos Fundos, você percebeu que essa realidade está muito perto de você, converse com o seu fornecedor – seja ele de qualquer área. Porque quando a quantidade de gente envolvida no seu atendimento é inversamente proporcional ao resultado que você atinge, você pode estar à beira de uma piada.

Veja outros conteúdos que compartilhamos aqui no blog da Melz

– Por que escrever somente sobre o meu produto se tornou um tiro no pé?
– Três maneiras de otimizar os resultados de assessoria de imprensa
– E o meu retorno de mídia, como está?
– A pauta sobre a minha empresa não foi publicada. E agora?
– Visualizado: porque as interações nas redes sociais vão além dos likes
Clipagem segmentada: onde realmente está o seu cliente?
– Redes sociais: sobre panfleteiros e fórmulas prontas 
A pressão das entrevistas ao vivo e como sobreviver
– Erroooou! Cinco falhas comuns em entrevistas para TV
– Pauta, release ou artigo? Os três!
– Deadline: respeite o prazo ou quem “morre” é você