Melz Assessoria de imprensa

[02/06/2011] Emílio 196: real sustentabilidade
02/06/2011

Recentemente foi lançado o primeiro edifício da Debossan Empreendimentos, o Emílio 196. E uma das características que mais chama a atenção nele é a sustentabilidade. Osvaldo Segundo, um dos arquitetos responsáveis pela obra, explica que este conceito nasceu com o projeto. “A idéia foi, desde o início, criar um edifício que fosse belo, agradável de morar e que diminuísse o impacto no meio ambiente”, comenta Osvaldo.

Ao contrário do que muitos imaginam, algumas iniciativas que tornam os edifícios sustentáveis são simples e de baixo custo – são fruto apenas de boas idéias e um conhecimento técnico profundo. O design do Emílio 196 é um bom exemplo disso. “Para diminuir o consumo de energia elétrica do morador e do condomínio, amplas aberturas estrategicamente localizadas aumentam a ventilação e iluminação naturais. Além disso, as janelas num tamanho maior tornam a vista dos apartamentos ainda mais atrativa”, explica Segundo.

Mas não basta apenas luz e vento. Osvaldo explica ainda que outra característica do Emílio 196 é a coleta de água da chuva. “Para reduzir o custo do condomínio ainda mais, pegamos o conceito da economia de água potável e aplicamos ao projeto”, exemplifica Osvaldo. O edifício possui áreas para a coleta de água da chuva, que é então utilizada para usos específicos em áreas comuns.

“Estamos satisfeitos com o resultado. Aplicar o conceito da sustentabilidade na realidade do condomínio mostra que esta idéia não fica apenas no papel e que, num futuro próximo, a construção civil vai poder colaborar ainda mais com o meio ambiente”, finaliza o arquiteto. Além das características já citadas, o Emílio 196 ainda conta com espaço apropriado para a coleta de lixo reciclável.

Sobre o Emilio 196
O condomínio fica no bairro Água Verde (Rua Emílio Schultz, 196), em Blumenau (SC) e possui três plantas diferentes. São seis duplex com 98,25 metros quadrados, cada. O edifício ainda conta com outros sete apartamentos de três quartos, com 115,79 metros quadrados e quatro apartamentos de 92,95 metros quadrados.

——————–
Veja esta notícia também em: