Melz Assessoria de imprensa

[05/06/2012] Dia Mundial do Meio Ambiente: E-lixo é desafio das empresas
05/06/2012

Baterias, pilhas, computadores. O que fazer com eles quando perdem a utilidade? No Dia Mundial do Meio Ambiente, que tem como principal tema a economia verde (aquela que procura o bem-estar humano e a inclusão social, ao mesmo tempo em que reduz os riscos ambientais e a escassez ecológica), o descarte correto do lixo eletrônico, também conhecido como e-lixo entra em debate. Cada vez mais as pessoas e empresas consomem e descartam esse tipo de material.

Além de consumirem grande quantidade de recursos naturais em sua fabricação, o descarte errado do lixo eletrônico causa graves problemas ao meio ambiente. Em sua composição, a maioria dos eletrônicos possuem metais pesados, como chumbo e mercúrio. Como forma de aderir a economia verde, empresas de diversos setores conscientizam e promovem coleta e reciclagem do e-lixo. É o caso da blumenauense HBSIS, especializada em TI. A campanha da empresa, que iniciou em 2010, já reciclou cerca 300 kg de lixo eletrônico.

Todos os meses, tanto o e-lixo produzido na própria empresa quanto pelos colaboradores em suas residencias são armazenados e encaminhados para uma empresa de reciclagem, com a devida autorização da Fundação do Meio Ambiente (FATMA) para a destinação correta.

Segundo o diretor João Luiz Kornely, o projeto agrega responsabilidade social à marca e cria a conscientização de preservação entre os colaboradores. “Além de incluirmos a empresa e as pessoas na economia verde, esse processo cria um perfil de empresa socialmente responsável, que busca seus objetivos sem poluir ou desgastar a natureza”, enfatiza.

Sobre a HBSIS
Focar os profissionais nas decisões e estratégias e deixar que a tecnologia faça seu papel no processo de controle e monitoramento de informações. Este é o objetivo da HBSIS, empresa de Blumenau (SC) especializada em sistemas de informação.

Hoje são quase 250 profissionais atuando nos produtos HB.Prever, HB.NFe, HB.Conselhos, HB.MDM e Outsourcing de TI. A expectativa é que a empresa atinja um crescimento de 22% em 2012, mantendo o mesmo percentual dos últimos anos.