Melz Assessoria de imprensa

[05/09/2011] Pouco espaço com muito aconchego
05/09/2011

Morar em apartamento para muitos é sinônimo de mais segurança. O problema é que os ambientes estão cada vez menores, segundo pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos de Habitares Interativos da USP (Nomads). Enquanto um imóvel de dois quartos media cerca de 70m² nos anos de 1980, essa área reduziu para uma média de 50m² no final dos anos de 1990 e para pouco mais de 30m² atualmente. Com esses tamanhos reduzidos, planejamento e criatividade são essenciais para não perder o conforto.

Para garantir um ambiente mais verde sem perder muito espaço, a dica da engenheira florestal e gerente da Casa di Fiore, Ana Glória Nunes, é investir nos jardins verticais. Com um pouco de criatividade, dá para fazer um belo jardim. Por exemplo, uma grade que saiu de uma janela ou um portãozinho servem perfeitamente para esse trabalho. Na Casa di Fiore, contudo, há uma linha vasta de produtos para a composição do seu jardim vertical. Além de deixar o espaço mais aconchegante, os jardins verticais funcionam ainda como redutores da temperatura do ambiente, o que é ótimo no verão. Além disso, ajudam a diminuir a poluição do lar.

Ana explica que é importante escolher as espécies não só de acordo com as características climáticas da região, mas também seguindo a decoração da casa. “Há mais de 500 espécies de plantas, entre folhagens e flores, que podem fazer parte de um jardim vertical. As exceções são árvores, arbustos e trepadeiras”, destaca.