Melz Assessoria de imprensa

[09/04/2012] Frühstück Cafeteria abriu ao público hoje
09/04/2012

Em 1962, Blumenau recebia um presente: a loja de utensílios gerais Hermes Macedo, se instalava na rua XV de Novembro, onde hoje fica o Bremen Zenter. Um pouco desta história será recuperada a partir hoje (9). A Frühstück Cafeteria foi inaugurada com o mesmo nome e no mesmo lugar que a lanchonete da antiga HM.

O conceito trazido pelo proprietário da cafeteria, Marcelo Althoff, é o de ter cafés especiais, com um bom atendimento e um valor justo. “Estamos num lugar central, com muitas empresas e profissionais que buscam um lugar aconchegante com um café de qualidade. É isso que queremos oferecer”, explica. O objetivo da Frühstück é, também, levar mais conhecimento sobre a bebida para os blumenauenses. Para isso, toda a estruturação das receitas de café e do cardápio contou com a consultoria do barista Orlando Francelino Jr.

O café tem a marca da Cafeeira Garibaldi e estarão disponíveis grãos tradicionais (80% arábica e 20% robusta) e gourmet (100% arábica). Para qualquer variedade de café, os clientes pagarão apenas R$ 1,00 a mais para consumir um grão gourmet. A cafeteria também servirá uma edição limitada do premiado café Dona Mathilde. Outra novidade será o café orgânico gourmet da Cia. Orgânica.

Além do leite integral, as opções da Frühstück serão leite desnatado e de baixa lactose. O tradicional chocolate quente, grande aposta para o inverno, será servido nas versões chocolate suíço, tradicional e chocolate branco.

Mas, como o nome da cafeteria significa lanche reforçado em alemão, a gastronomia não poderia ficar de fora. Além dos tradicionais pães de queijo, a Frühstück vai oferecer uma linha de sanduíches quentes e frios, todos preparados na hora e com receitas exclusivas. Nos doces, tortas de vários tipos e sorvetes trazidos com exclusividade para Blumenau da gelateria Dolce Vitta, tradicionalmente italiana.

O horário de atendimento da Frühstück é de segunda a sexta-feira das 7h30min às 21hrs e no sábado das 7h30min às 15hrs.

Nas mesas, cultura local
Serão 10 mesas. Em cada uma delas, um pouco da história de um dos pontos mais tradicionais de Blumenau: a Rua XV de Novembro. “Queremos que as mesas se transformem em lugares de informação, de retomada histórica. Ao optar por uma delas, queremos que os visitantes conheçam um pouco mais da história da cidade, do lugar onde vivem”, explica Marcelo.

São duas fotos do mesmo ponto – ora da mesma construção em diversas épocas, ora de dois lados da rua, ora de ângulos diferentes – contextualizados para quem as vê por um texto que explica quais são aqueles pontos e o que funciona neles atualmente.