Melz Assessoria de imprensa

[1º/06/2012] De meros coadjuvantes a protagonistas
01/06/2012

Coloridos, brancos, pretos. Não importa a cor ou a largura. É fato que os cintos fazem toda a diferença em um look. O que, por muito tempo serviu apenas para segurar a calça, saiu da posição de coadjuvante para ocupar uns dos principais papéis no mundo da moda. O jeans e camiseta branca, queridinhos para os dias em que não se sabe o que vestir, ganharam um charme a mais com aquele cintinho cheio de estilo. De acordo com a consultora de moda, Karla Althoff, proprietária da loja Dona Karlota, em Blumenau, o cinto é capaz de fazer uma revolução no visual e transformar uma produção apagadinha em um look moderno.

Para Karla, o cinto pode, inclusive, fazer a diferença para quem está com uns quilinhos a mais. “Marcar a cintura é sempre uma boa dica. É como perder peso em um passe de mágica”, brinca. Empresas cada vez mais investem em tamanhos maiores para agradar esse público. Na Dona Karlota há opções para mulheres com os mais variados tipos de corpo. Os tamanhos variam do M ao EG, este último com 1,40m de circunferência.

Sobre a Dona Karlota
A Dona Karlota surgiu para apresentar uma moda democrática. O empreendimento, administrado pela empresária e consultora de moda Karla Althoff, nasceu da vontade de abrir um leque de opções para que cada uma possa escolher o seu estilo, independentemente do corpo.

Tudo é pensado para atender bem as mulheres, sejam elas quais forem. A Dona Karlota dispõe de provador adaptado para receber clientes com necessidades especiais, e o ambiente conta com rampas de acesso e corredores amplos, justamente para facilitar a locomoção de cadeirantes e proporcionar bem-estar às clientes. Toda a estrutura é adaptada e oferece condições para prestar um bom atendimento, seja para portadoras de deficiências físicas, para mulheres mais gordinhas ou para as esguias.