Melz Assessoria de imprensa

[10/03/2011] Ações simples, resultados poderosos
10/03/2011

Cada vez mais, novos home theaters chegam ao mercado com tecnologias incríveis que simulam o som surround, ou seja, a sensação de estar na cena do que se está assistindo, ouvindo toda a acústica de um ambiente real. Essas mesmas tecnologias vêm direto de fábrica com nomes estranhos e complicados, na sua maioria em inglês ou outro idioma.

O que Francisco Marengo, diretor técnico da Prime Home, explica hoje não é nada disso. Deixando a parte tecnológica de lado, nos atemos ao prático e básico: como melhor posicionar o home theater, por que cada caixa possui o seu lugar no ambiente e outras dicas de como melhor usufruir do seu equipamento, seja ele de alta qualidade ou não.

• Posicionamento
Muitas pessoas se perguntam por que a caixa central deve ficar na frente e não atrás do sofá. Ou por que não devem apoiar as caixas menores no rack da TV em vez de utilizar os pedestais que normalmente vem com o aparelho. Francisco explica porque cada caixa tem o seu lugar e porque isso deve ser respeitado. “As duas caixas frontais e a central são responsáveis pelos sons diretos do que você está assistindo. Se um personagem fala algo, é dali que vem o som, e não das caixas que estão atrás de você. Não é recomendado trocá-las de lugar, pois isso altera a fidelidade do que você está assistindo. Afinal de contas, quando alguém fala com você, o som vem da sua frente e não das suas costas”. Mas por que não posso apoiar no rack? “É simples: não é questão de poder ou não apoiar no móvel. É questão de a caixa estar direcionada para você. Normalmente se usa o pedestal, pois ele deixa a caixa na altura do seu ouvido quando você está sentado no sofá. Os sons das caixas frontais devem estar nivelados a você senão é como se a pessoa estivesse falando sentada no chão”, explica Francisco.

• E as caixas laterais? E o subwoofer?
As caixas laterais, ou traseiras, são responsáveis pelos sons de ambiência. Um carro passando na rua, pessoas falando ao fundo, sons de floresta, são exemplos de sons em filmes que acabam sendo ressaltados com o uso de um home theater e dando realismo ao que se está assistindo. “O ideal é que elas estejam na altura do ouvido e posicionadas ao lado do sofá e não atrás para que não entrem em conflito com os sons diretos”, comenta Francisco. Subwoofer é outra história. Muitas pessoas gostam de muito grave e por isso costumam colocar o aparelho dentro dos móveis como um rack ou, em alguns casos, o sofá. Francisco explica que não há uma regra para o posicionamento, pois a quantidade de grave é uma questão de gosto. Ele ressalta, porém, que o ideal para se ter um grave mais natural e não tão agressivo é colocar o subwoofer em contato com o chão. “Você pode fazer uma estrutura dentro do sofá para colocar o aparelho, mas dentro de rack não é muito adequado. O grave aumenta consideravelmente, mas, por não estar no chão, as frequências ficam presas dentro do móvel e acabam criando muita ressonância, o que, em outras palavras, causa aquelas vibrações barulhentas”, Francisco explica.

• Dicas básicas para melhorar a experiência
Dicas para posicionamento que são recomendadas por especialistas em acústica: deixe todas as caixas apontadas para o local que você estará na hora de assistir o filme. As caixas frontais devem (se possível) estar a 1,20m de distância da televisão. Isso irá criar o efeito chamado de “palco sonoro”, que dá a sensação de estar em um show ao vivo.

Dicas para o subwoofer: faça uma linha imaginária que divide igualmente o ambiente onde fica o sistema. O lado A é onde fica o home theater e o lado B é onde está o sofá. O subwoofer deve ficar dentro do lado A e no preferencialmente no chão. Deste modo as ondas sonoras não ficam presas e podem atravessar o ambiente até chegar em você. Para melhorar essa travessia, especialistas recomendam uma superfície “felpuda”. Como resolver isso? O tapete é a alternativa mais usada. Uma dica que é um tanto curiosa, mas é recomendada por especialistas é que você coloque o subwoofer onde você vai sentar na hora de assistir algo, e ligue o aparelho. Tendo feito isso, ande agachado ou engatinhe pela sala. O lugar onde você julgar que o grave está melhor é onde você deve posicionar o aparelho.

——————–
Veja esta notícia também em: