Melz Assessoria de imprensa

[13/01/2012] Cultura oriental em forma de vaso
13/01/2012

Você sabe o que é um bonsai? Vinda do Japão, essa planta é uma réplica artística de uma árvore natural em miniatura. Em outras palavras, representa um arbusto com dimensões reduzidas e plantado em um vaso de pequena profundidade. Os bonsais começaram a ser produzidos e comercializados em concursos e leilões, em cultivos amadores e sem estilo definido. Nos últimos vinte anos, a técnica tem tomado conta do mundo.

Ana Glória Nunes, engenheira florestal e gerente da Casa di Fiore, diz que o interesse pela planta vem crescendo junto a outras artes orientais altamente valorizadas. “Ao contrário do que se pensa, cuidar de um bonsai é razoavelmente fácil. Os três pontos principais são água luz e nutrição”, explica. Segundo Ana, o número de regas varia de acordo com o clima da época. Em dias normais, uma rega a cada dois dias é o suficiente. Em dias quentes, porém, é preciso aguar a planta até duas vezes ao dia.

Como todas as plantas, o bonsai precisa de luz para fazer a fotossíntese. Ana destaca que é importante pesquisar sobre as particularidades da planta, já que cada espécie necessita de cuidados diferentes. “Folhas amareladas significam excesso de luz. Folhas muito escuras, por outro lado, mostram que o bonsai precisa de mais sol”, ensina. A dica é mover a planta até que ela se estabilize completamente.

Para garantir que o bonsai receba todos os nutrientes importantes para crescer com saúde, você deve procurar o tipo de adubo ideal. Granulados, em pó ou líquidos, eles aparecem em formulações orgânicas ou minerais. “Os tipos orgânicos são os mais indicados, já que são menos arriscados. A recomendação é iniciar o cultivo com essa formulação e ir trocando aos poucos”, aconselha Ana.