Melz Assessoria de imprensa

[13/12/2010] Filme 3D na sua casa? Agora é possível. Entenda como funciona a TV 3D
13/12/2010

Você lembra de quando assistiu a um filme em 3D pela primeira vez? Provavelmente saiu da sala de cinema pensando em como seria incrível ter esta tecnologia em casa, acessível sempre que você quisesse. Pois saiba que hoje em dia é possível. Com o avanço dos televisores e monitores de computador, possuir a tecnologia 3D finalmente se tornou realidade. Aparelhos 3D-Ready já estão no mercado e com o planejamento certo, você pode ter aquela experiência em sua própria sala de estar. Mas como funciona? Basta comprar um televisor e a imagem será 3D? Terá o mesmo nível de realismo que um cinema?

“Para poder usufruir desta tecnologia, é preciso de um aparelho 3D-Ready e óculos especiais”, explica Francisco Marengo, diretor técnico da Prime Home. “Os óculos são importantes, pois é através deles que você irá ver a imagem. Sem eles, um televisor 3D não fará nada de extraordinário”.

Existem dois tipos de óculos: passivos e ativos. Os passivos estão divididos em dois grupos. O primeiro possui lentes anáglifas – são aqueles óculos com lentes de duas cores, geralmente vermelho e azul, que entregues em cinemas que simulam o efeito 3D. O segundo é de lentes polarizadas. Atualmente a maioria das salas de cinema 3D utiliza este tipo, que não distorce tanto a luz da imagem e otimiza a experiência do expectador.

“Já os óculos ativos fazem o trabalho do seu cérebro por você”, afirma o diretor. “Enquanto com os óculos passivos o seu cérebro precisa processar a imagem dupla na tela e dar senso de profundidade, o modelo ativo é conectado a um sincronizador de sinal estereoscópico que controla o que os seus olhos podem ver”, explica Francisco. Ele também não afeta as cores como fazem os modelos anáglifos.

Então você possui um aparelho 3D-Ready e os óculos especiais. Mas se você quer uma experiência típica de cinema, você vai precisar de um home theater. “O sistema surround tem esse propósito: dar a sensação de que o que você está vendo está acontecendo ao seu redor, daí o nome – surround”, explica Francisco. “Para quem está querendo instalar um sistema 3D, surround 5.1 ou 7.1 é altamente recomendado, pois a pessoa poderá aproveitar ao máximo do realismo que é o 3D”.