Melz Assessoria de imprensa

[14/04/2011] Pochyua Andrade e Nestor Jr. apresentam: A Vaca Minuciosa
14/04/2011

Numa tarde, no Parque das Nascentes (na Nova Rússia, em Blumenau), Clara arranca uma florzinha de capim e mostra a Pochyua Andrade. Ele responde: “É a comida da Vaca Minuciosa”. Naquele momento, segundo ele, a personagem passou a existir por completo. Isso aconteceu há cerca de três anos, e só agora o público vai poder entender quem é e quais são as histórias da personagem de Pochyua. O lançamento de A Vaca Minuciosa será no dia 3 de maio, na Biblioteca da Universidade Regional de Blumenau (Furb).

Para os amigos de Pochyua, no entanto, a personagem já existe há tempos. “Escrevi o texto há passos lentos, mas me diverti muito imaginando tudo o que a personagem seria capaz de fazer”, conta. “De vez em quando, em conversas com pessoas que sabiam que eu estava escrevendo a história, contava ‘causos e mais causos’ da Vaca”.

O escritor diz que, na sua concepção, a obra não é literatura infantil. “É apenas a minha literatura. É o que consegui externar de mim sob a inspiração do que me cerca. Acabou saindo uma novela para crianças de todas as idades”, acrescenta ele, que avisa: “Se não for criança nem deve ler, porque não vai viajar. Tem que viajar”.

Para dar cores (muitas!) à obra, Pochyua propôs um desafio ao amigo e artista Nestor Jr. Para ele, as 21 ilustrações em aquarela sobre papel são um reflexo do que o texto inspira somado ao local onde a história se passa. “Foi a primeira vez que eu ilustrei um livro com um conteúdo tão peculiar quanto A Vaca Minuciosa. Foi difícil. Comecei tentando criar ilustrações digitais, mas logo abandonei e parti de uma folha em branco. Manualmente, gostei muito do resultado”, afirma Nestor.

O livro será lançado com o apoio da Fundação Cultural de Blumenau (FCBlu), através do Fundo Municipal de Apoio a Cultura. Os livros serão distribuídos em todas as escolas da Cidade.

Expectativa
Ao ser perguntado sobre o que espera da obra, Pochyua diz que quer que os leitores divirtam-se e dêem risadas. “Espero que se apaixonem pela Vaca e pelas ilustrações do Nestor”, afirma ele. O autor conta que, quando tinha oito anos, ganhou um livro de Ciça Fitipaldi chamado João Lampião. “A obra tinha ilustrações lindas e acho que, se me esforçar, ainda consigo lembrar passagens do texto. Então, talvez, eu fique esperando que para alguém A Vaca Minuciosa se torne inesquecível”.

Outra expectativa de Pochyua é que todos decifrem as entrelinhas que, segundo ele, são propositalmente facílimas de decifrar. “E que reflitam um pouco sobre elas se tiverem, como a Vaca, um ‘tempo sem fim’”, espera. “Que as pessoas gostem, enfim. Que seja um estímulo a leitura, que entretenha e que faça com que cada um se sinta um pouco Vaca Minuciosa e se debruce sobre as descobertas e redescobertas das coisas que estão sempre ao seu alcance”.

Na apresentação do livro, Gregory Haertel diz que “a Vaca Minuciosa é um livro que devolve às crianças (e aos adultos, e quem sabe até mesmo aos bichos) a surpresa das descobertas que se fazem sozinhas, sem intermediários e sem certezas”.

Pochyua diz que sempre escreveu, sempre escreve. Bilhetes, poemas, contos que não tem final e letras de música. “Na verdade eu não tenho me esforçado para a chegada de um segundo livro, mas estou sempre atento as sussurros do vento no meu ouvido. Caso ele sopre uma coisa que eu curta transformar em texto, transformarei, certamente”, finaliza.

O evento de lançamento
A Vaca Minuciosa será lançado no dia 3 de maio de 2011, às 20hrs, Salão Angelim da Biblioteca Centra da Furb (Campus I). No evento, serão feitas leituras de trechos do livro e Pochyua vai cantar uma canção que está na obra. Lá o livro será vendido por R$ 25,00.

——————–
Veja esta notícia também em: