Melz Assessoria de imprensa

[22/08/2012] Profissionais com mais de 40 garantem mão de obra no setor de TI
22/08/2012

Buscando cobrir a brecha que a falta de profissionais qualificados causa no setor de Tecnologia da Informação, cada vez mais as empresas optam por realocar os trabalhadores que já estavam afastados do mercado de trabalho. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), as empresas de TI vão precisar de 78 mil profissionais em 2014, mas apenas 33 mil terão formação na área.

Nascida entre as décadas de 1940 e 1960 e conhecida pela estabilidade no trabalho, a volta da geração Baby Boomer ao mercado marca uma fase de maior valorização profissional de quem já passou dos 40.

Trazer novamente os trabalhadores já aposentados tem se tornado uma prática comum. Carmen Cristina Ittner, gerente de Patrimônio Humano da empresa catarinense HBSIS, especializada em software para varejo, área de saúde e órgãos de classe, além de atuar com outsorcing de TI, fala sobre essa nova realidade. “Eles já conhecem o setor, foram os primeiros a trabalhar e vivenciar as mudanças da tecnologia da Informação e conseguem se adaptar e conviver muito bem com a geração Y. Os profissionais com mais de 40 anos, inclusive os que já haviam se aposentado, voltam para enriquecer os projetos e auxiliar aqueles que acabam de chegar ao mercado de trabalho”, destaca.

A oportunidade de voltar à ativa conquistou o coordenador de projetos Narciso Eloi Simon, 56 anos. Depois de seis meses aposentado, ele decidiu que é ainda muito cedo para parar. “Nós ainda temos muito a contribuir. Atuo no setor de TI há 30 anos e percebi que assim como eu, os colegas com a mesma idade fazem muita falta nas empresas. Unir a experiência dos mais velhos com o determinismo da juventude é uma receita que tem dado certo” conta.

Segundo Carmen, os profissionais com mais de 40 anos já representam 10% da mão de obra da HBSIS. E esse número tende a crescer, já que a empresa pretende contratar cada vez mais colaboradores dessa faixa etária. “É uma tendência das companhias e isso é muito bom. Os trabalhadores acima dos 40 anos têm total vitalidade e estão prontos a encarar os desafios propostos. Sabem o que estão fazendo e fazem com total competência”, ressalta.

Sobre a HBSIS
Focar os profissionais nas decisões e estratégias e deixar que a tecnologia faça seu papel no processo de controle e monitoramento de informações. Este é o objetivo da HBSIS, empresa de Blumenau (SC) especializada em sistemas de informação.

Hoje são mais de 250 profissionais atuando nos produtos HB.Prever, HB.NFe, HB.Conselhos, HB.MDM e Outsourcing de TI. A expectativa é que a empresa atinja um crescimento de 22% em 2012, mantendo o mesmo percentual dos últimos anos.