Alternativas da construção civil ajudam no combate à proliferação de escorpiões

De acordo com o Ministério da Saúde, entre 2000 e 2016  mais de 91 mil pessoas foram picadas pelo animal no país. Ralos sem manutenção acabam contribuindo para a reprodução e a troca do item por peças sem furos nas tampas ajuda no combate ao problema.

Dores em diferentes níveis, queimação, formigamento, náuseas e vômitos. Esses são alguns dos sintomas causados pela picada de escorpiões, que se tornaram motivo de preocupação em várias regiões do Brasil. Só no ano passado, o ataque do animal, que costuma ter como habitat lugares escuros e úmidos, resultou em 184 óbitos.

Na construção civil, algumas soluções já surgiram para auxiliar no combate ao problema. Os ralos, que são um dos locais comuns para a proliferação do aracnídeo principalmente em casas de veraneio, merecem atenção dos proprietários neste sentido. Os itens que possuem furos nas tampas possibilitam a entrada desses bichos e outros insetos através da caixa sifonada. “O ideal, especialmente em ambientes utilizados com menos frequência, é optar por modelos que tenham fendas apenas laterais, no local onde ficaria o rejunte. Outra questão importante é a passagem para a tubulação. Sistemas que fecham totalmente o local, como o Fecha Ralo, só ganham abertura com a vazão da água e mantém o ambiente seguro quando não há utilização”, destaca a diretora executiva da Ralo Linear, Regina Montandon.

A marca, que conta com peças em inox e modelos para ambientes variados, proporciona mais de 80 combinações de sistemas de escoamento. O objetivo, de acordo com a gestora, é garantir que o consumidor possa ter mais segurança no seu espaço, sem perder a funcionalidade essencial do ralo.  “A nossa ideia inicial foi desenvolver modelos que servissem também de item de decoração, com maior durabilidade e vazão, eliminando o problema de proliferação de insetos e outros bichos. Essa última questão, no entanto, ganhou força nos últimos meses e temos tido um feedback bastante positivo de consumidores e construtoras que estão optando por melhorar o sistema de escoamento. A entrada do escorpião nesse local é praticamente eliminada”, comenta Regina.

Ações que mantêm o escorpião longe
Para evitar que esses animais apareçam de surpresa nas residências, alguns cuidados são indispensáveis na rotina da casa. Uma das questões mais importantes, além da mudança estrutural, diz respeito ao armazenamento do lixo. Ele deve ficar acondicionado em sacos bem fechados. Em casos de prédios, que contam com depósitos, é fundamental evitar o acúmulo e manter o ambiente organizado e limpo periodicamente. Cobrir frestas e soleiras também é uma ação interessante. Por fim, o morador pode afastar as camas das paredes e evitar que cobertores encostem no chão, já que os bichos podem subir por eles.

Sobre a Ralo Linear
Com sede em Blumenau (SC), a Ralo Linear chegou ao mercado da construção civil em 2010. Produtos com design diferenciado e práticos de instalar são a aposta da empresa, que acredita que os ralos podem fazer parte da decoração e tornar os ambientes mais bonitos, limpos e seguros. A empresa já foi vencedora bronze na categoria Casa do IDEA/Brasil, o prêmio de design mais representativo do país. Atualmente possui representantes em todo o Brasil. Hoje são mais de 80 produtos no mix e 3 mil pontos de venda.