Ambiente supercompacto? Três dicas para deixar os espaços práticos e aconchegantes

Com as rotinas tumultuadas dos grandes centros, funcionalidade virou palavra-chave na vida das pessoas. Apartamentos que antigamente tinham pelo menos 100 metros quadrados, hoje reduziram o tamanho pela metade ou até menos. Uma pesquisa feita pela Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), em 2012, por exemplo, mostrou que o número de unidades residenciais lançadas em São Paulo com menos de 35 metros quadrados já era 16 vezes maior que em 2008. Isso modifica não só os hábitos de consumo dos moradores, como também a decoração dos ambientes.

E para usufruir dos espaços da melhor forma é importante evitar exageros. Confira algumas dicas para ornamentar sem erro:

Iluminação: fundamental na decoração, a iluminação correta cria um clima aconchegante para o lar. Além de funcional, ela precisa estar aliada aos demais itens da casa. Nos quartos, muitas vezes conjugados com a cozinha, o ideal é optar por spots. Segundo Renan Medeiros, da Blumenau Iluminação, esses modelos podem ser aplicados em diversos pontos, acabando com as sombras que são comumente causadas por pendentes e lustres. “São ótimas opções para as bancadas da cozinha e podem ser instalados inclusive em forros de gesso. Outra dica interessante é utilizar pendentes do mesmo modelo na sequência, como as versões em formato de tulipa. Três ou quatro peças sobre o balcão de divisão da cozinha e da sala são cada vez mais comuns e tornam a composição muito interessante”, indica Renan.

Minimalismo: para Fabiana Peuckert, estilista da Altenburg, o estilo minimalista, além de estar em evidência traz praticidade e elegância para a casa. “Nesse tipo de decoração predominam cores neutras como branco, preto e cinza, mas nada impede de pôr um pouco de cor no apartamento”, explica. Segundo ela, dá para começar a mudança de uma forma simples, pelo quarto. “Roupas de cama são ótimas opções para deixar o local com estilo sem tomar um espaço além do necessário para dormir. Estampas com elementos construtivos, além dos florais que nunca saem de moda, em versões menores, proporcionam sofisticação”, diz.

Sem problemas de instalação: a evolução do mercado construtivo também precisa ser acompanhado pelos produtos para o setor. E até mesmo o ralo evoluiu, para garantir a aplicação eficiente em ambientes compactos. É o caso do Tiny, modelo exclusivo da Ralo Linear. Desenvolvido em aço inox, ele chega com apenas 25 cm de comprimento e 8 cm de largura, ideal para instalação em áreas externas ao box, como entre a pia e o vaso sanitário. Com o item, o problema típico do modelo tradicional, que é a falta de espaço para a peça, é resolvido. Além disso, o inox traz ainda modernidade e elegância ao local.

Outra dica infalível para deixar espaços menores até duas vezes maiores é o jogo de espelhos. Quando colocados em uma parede inteira dão impressão de extensão. Pintar o teto com tons mais escuros também dá amplitude ao ambiente.