Melz Assessoria de imprensa

Arquiteta Val Araújo cria estúdio inédito em Blumenau (SC)
27/02/2014

Ao marcar uma visita ao arquiteto, você sempre imagina um espaço bonito e agradável. Mas Val Araújo foi muito além de uma sala com objetos de design. Criou um estúdio em que os clientes podem conhecer os itens e aplicações de mais de 30 empresas parceiras, além de serem atendidos conforme o seu desejo: degustando um café numa sala com lareira, numa sala de reuniões cheia de referências ou ainda num deck ao ar livre, ouvindo uma fonte de água.

A ideia surgiu para que os clientes tivessem privacidade e conforto na hora de decidirem sobre os seus projetos, que, muitas vezes, “foram sonhados durante toda a vida”, segundo Val. O estúdio localizado no bairro Itoupava Norte, em Blumenau, também mostra a versatilidade da profissional que, além de arquiteta e urbanista, ainda tem formações em decoração de interiores e paisagismo.

Val defende que o seu trabalho não tem uma só linha estética. “Tenho projetos inspirados no minimalismo, no romantismo, nos clássicos e nos contemporâneos. Acredito que a arquitetura tem como missão traduzir a personalidade dos moradores daquele ambiente. Por isso, estudo o estilo de vida, a rotina e as expectativas dos envolvidos para que eles cheguem ao ambiente e se identifiquem ao máximo com tudo o que está ali”, diz.

Entre os parceiros está a Weiku do Brasil, de Pomerode (SC), especializada em esquadrias de PVC. A parceria de Val com a empresa é de longa data e a qualidade dos produtos foi o que aproximou a arquiteta da companhia. “Não tenho dúvidas de que é o que de melhor se produz no Brasil e indico sem nenhum receio. Sei que o atendimento excelente e os produtos são para a vida toda”, aponta.

Isolamento acústico e privacidade
Val Araújo explica que o estúdio também utilizou esquadrias da Weiku e mostra os benefícios das peças aos clientes. “A Weiku praticamente se vende sozinha. Quando recebo alguém e mostro as janelas e portas do nosso estúdio fica bem claro para essa pessoa a qualidade e beleza dos produtos”, conta.

A sala de reuniões do primeiro andar dá acesso ao jardim e ao deck e é fechada por portas da Weiku em toda a extensão da parede. “Enquanto conversamos é possível ouvir o barulho da água da fonte. Mas é só fechar o espaço que o isolamento acústico é total. Para quem tem projetos em locais movimentados e quer sossego para dormir ou aproveitar o interior das residências, o benefício do produto fica muito claro”, diz.

Para a porta que antecede o ambiente externo, Val optou pela linha TitanTEC, em que a Weiku uniu ao PVC um revestimento de alumínio, possibilitando o uso de cores variadas nas peças. “Tradicionalmente se utiliza os perfis brancos, mas é bem interessante poder utilizar essa opção em obras mais contemporâneas”, explica. Do lado de fora, há um revestimento e no ambiente interno a arquiteta manteve a cor branca, também para mostrar a versatilidade da peça.

Na sala de estar, uma janela que contempla os dois andares e vai do teto ao chão dá um ar de amplitude e proporciona a entrada e aproveitamento da luz natural. Já a vitrine, utilizada para expor móveis e peças de decoração com desenho do próprio estúdio, mostra a quem está passando algumas criações.

Val Araújo possui 18 anos de experiência em arquitetura, faz especializações constantes na Itália e participa de eventos como a Bienal de Arquitetura de Veneza e feiras de Milão.

Sobre a Weiku
Fundada em 1998 em Pomerode (SC), a Weiku do Brasil é uma empresa parceira ao grupo alemão Kessel, um dos maiores fabricantes de sistemas construtivos na área de saneamento e drenagem da Europa.
É especialista em janelas e portas de PVC e seus produtos oferecem vantagens como durabilidade, isolamento térmico e acústico, vedação e segurança, além do design.

Os produtos possuem 10 anos de garantia para os perfis de PVC e são fabricados sob medida, de acordo com as especificações de cada ambiente. Atualmente, a Weiku possui um parque fabril de 7 mil metros quadrados, conta com uma equipe de 250 profissionais e atua nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste brasileiras.

 

Na sala de estar, uma janela que contempla os dois andares e vai do teto ao chão. Imagem: Daniel Zimmermann

Na sala de estar, uma janela que contempla os dois andares e vai do teto ao chão. Imagem: Daniel Zimmermann