[06/10/2011] Hi Soluções amanheceu de luto

Uma faixa preta, amanheceu colocada sobre a maçã que simboliza a Apple na Hi Soluções, Centro de Assistência Técnica Autorizado da Apple em Blumenau (SC). Todos os colaboradores estão de preto e a empresa organiza um momento de homenagem à Steve Jobs, um dos maiores revolucionários da tecnologia mundial faleceu ontem, dia 5 de outubro.

A homenagem da Hi Soluções será a partir das 17h30min e tem como idéia inicial fazer com que os apaixonados pela marca possam falar de Jobs com outras pessoas que também acompanharam sua trajetória. O encontro será no Time Capsule, museu que reune alguns dos equipamentos que foram desenvolvidos por ele. No espaço há, por exemplo, um Macintosh SE de 1987 que ainda funciona.

 

[26/09/2011] Hi Soluções recebe mudanças para melhor atendimento ao cliente

A partir dessa semana, a Hi Soluções irá passar por mudanças em sua estrutura. Baseada no formato das Apple Stores, a reforma afetará a parte física da loja e o sistema de cobranças. Ana Bilbao, diretora da empresa, diz que a idéia é tornar o espaço ainda mais diferenciado e o atendimento melhor para os clientes.

A mudança mais visível será na parte física da loja. A mesa central agora é o Support Spot, que se assemelha ao Genius Bar. É nesta área que os clientes podem tomar um café e tirar suas dúvidas com os técnicos da loja. “É o atendimento diferenciado da marca e que nossos clientes já conhecem”, comenta a diretora.

Outra parte que mudou é o Training Spot, que foi movido para a mesa no fundo da loja. Ana explica o motivo.“Normalmente, nas Apple Stores, o Genius Bar fica na parte de trás enquanto os treinamentos ocorrem no centro. Invertemos este formato. Desta forma os treinamentos podem ocorrer sem interrupções enquanto outros clientes tiram suas dúvidas logo na entrada da loja”, destaca.

No sistema de cobranças, os atendimentos de balcão foram padronizados. Placas, tabelas nas mesas e formulários foram criados para maior organização tanto dos técnicos quanto dos clientes. Ana explica, porém, que não há motivo para susto. “Todos os atendimentos serão registrados, mas nem todos estarão sujeitos à cobrança. Todas as informações detalhadas constam nas tabelas”. Ela também diz que outro motivo fundamental na adoção do sistema foi a preocupação com o cliente. “Atendemos todas as pessoas que vem aqui, mas cada técnico possui tempo limitado para dispor. Queremos ter certeza que todos os clientes recebam o que buscam, seja resolução de algum problema ou apenas esclarecimento de alguma dúvida”, finaliza.

[21/09/2011] Hi Soluções completa um ano de sucesso como Centro de Serviço Autorizado Apple

A Hi Soluções completa hoje, dia 21, um ano como Centro de Serviço Autorizado Apple. A loja comemora o sucesso conquistado após receber a certificação da marca. Ana Bilbao, diretora da empresa, diz que é um dia muito especial e de celebração, e que tem orgulho do trabalho realizado até agora. A executiva diz que toda a equipe comemora as conquistas, mas que já pensa nos planos para o futuro.

“Para fazer qualquer forma de suporte e atendimento técnico com equipamentos da marca, dentro da garantia, é necessário ser autorizado oficialmente. Depois que recebemos a notícia que havíamos conseguido o certificado, aumentamos exponencialmente o número de clientes. Hoje atingimos a marca de 775 cadastrados”, declara Ana. Com a certificação, a Hi Soluções tornou-se uma referência Apple, não apenas no Estado, mas em todo o Brasil. “Já recebemos equipamentos pessoais de clientes do Paraná. Outros, como a Copag, que fica localizada na Amazônia, atendemos remotamente”, comenta a diretora.

Em relação aos planos para o futuro, Ana diz que o crescimento é o principal objetivo, mas a receita utilizada até agora deve continuar. “Nossos clientes sempre enfatizam o atendimento personalizado que recebem. Qualquer usuário Apple pode entrar na loja e tomar um café com um técnico enquanto esclarece dúvidas sobre seu equipamento. É um diferencial que atrai pessoas tanto de Blumenau como de regiões mais distantes”, diz. A diretora também comenta que a loja irá passar por algumas mudanças em sua estrutura, mas fala que é uma surpresa ainda a ser anunciada.

Sobre a empresa
A Hi Soluções é um Centro de Serviço Autorizado Apple e fica localizada em Blumenau (SC). A empresa atende clientes de todo o Brasil na área de suporte técnico, além de atuar como loja de equipamentos e acessórios da marca.

[16/09/2011] Se a Dilma usa…

Em entrevista veiculada recentemente ao Fantástico, a presidente Dilma disse que lê e-books em iPad, mas prefere livros de papel. Ficou confuso? Então explicamos. E-book é a abreviação de electronic book, ou seja, livro eletrônico. Basicamente, é uma mídia digital como qualquer arquivo de texto que você lê no computador.

Mas como se dá esta transição e como funciona um livro digital? Um e-book nada mais é que o conteúdo de um livro formatado para ser lido digitalmente, em qualquer aparelho eletrônico que consiga ler arquivos de texto. “A opção de utilizar um tablet como um iPad é do usuário. Normalmente é a escolha óbvia por ser menor, mais leve e mais portátil se comparado a um computador”, comenta Ana Bilbao, diretora da Hi Soluções, centro de serviço autorizado Apple. Outro equipamento muito usado por quem gosta de e-books é o Kindle. Ele tem o formato de um tablet, com bateria para durar horas e horas e espaço para milhares de títulos. O Kindle é considerado por muitos uma biblioteca portátil. “Apesar de ser uma ótima opção para os leitores, este dispositivo é limitado a apresentar textos e imagens sem interação”, adverte Rodrigo Camargo, diretor da Honorsoft Interactive, empresa de desenvolvimento de aplicativos para as plataformas Apple e Android.

Mas como adquirir um e-book? Lojas on-line vendem os títulos a preços muito mais acessíveis, se comparados aos seus “avós” de papel por não exigirem matéria prima na fabricação e remover quase por completo custos de transporte. O processo é simples: você faz o cadastro em um site que vende livros digitais. Após procurar e encontrar o título que você quer adquirir, você realiza a compra e faz o download do e-book, que virá em um dos vários formatos disponíveis. Caso você tenha baixado para o computador e queira ler um tablet, basta transferi-lo e abrir com o software necessário. Em tablets com conexão internet e Kindles, é possível acessar o site e baixar direto para o aparelho. Para quem prefere ler em papel, a solução é simples: como o livro digital vem em um arquivo de texto, você pode imprimir para ler fisicamente. Claro, respeitando que é proibido a impressão para fins comerciais.

A modalidade do livro digital está cada vez mais forte por três motivos: portabilidade, acessibilidade e sustentabilidade. Você pode carregar centenas de livros no aparelho sem se preocupar com o peso. É possível adquirir exemplares que só estão disponíveis do outro lado do mundo em segundos, por um preço muito mais generoso que o livro físico. E, por fim, um motivo que não foi pensado inicialmente, mas que tem sido visto como algo importante cada vez mais fortemente: não é necessário papel ou tinta para sua produção.

Graças a esta tecnologia, empresas estão aproveitando para transformar suas mídias de papel em mídias eletrônicas. Um exemplo é a empresa Guia Fácil, que produz listas telefônicas com contatos residenciais e comerciais de todo o estado de Santa Catarina. Com o uso de smart phones e tablets sendo cada vez mais comum, eles resolveram fazer uma parceria com a Honorsoft. O resultado é a lista telefônica Guia Fácil em versão digital, disponível para download na AppStore, loja de aplicativos para plataforma Apple e, ainda este ano, no Android Market.

[25/08/2011] Artigo: 24 de agosto. O dia em que Jobs deixou de ser CEO da Apple.

Por Ana Bilbao

Diretora da Hi Soluções, Centro de Serviço Autorizado da Apple

O dia chegou. É como aquelas notícias que todo mundo sabe que vão acontecer e a cada dia parecem mais próximas. Mas Steve Jobs escolheu a data: em 24 de agosto 2011, renunciou ao cargo de CEO da Apple, empresa que revoluciona e apaixona seus usuários. A participação de Jobs neste processo de consolidação da marca da maçã é inquestionável. Foi pelas mãos dele que a empresa foi considerada a mais valiosa do mundo – título que nós, apaixonados, nunca questionamos.

Jobs foi um dos fundadores da Apple, junto com Steve Wozniak. A empresa foi fundada em 1976. Em 1984, lançou o primeiro Macintosh e um ano depois foi forçado a deixar a empresa. Criou a NeXT, empresa que adquiriu a Pixar e, na década de 90, produziu o primeiro desenho animado totalmente feito em um computador, o Toy Story.

Jobs voltou para a Apple em 1996, quando a empresa comprou a NeXT. Foi a época mais difícil da história da empresa. E foi aí que, mais uma vez, a genialidade de Jobs fez a diferença. Foram lançados os primeiros iMacs. Com o dinheiro, além de recuperar as ações da empresa que tinham sido vendidas na época da crise, o executivo começou o desenvolvimento do Mac OS, lançado em 2000. Daí pra frente, iPods, iPhones, MacBooks e, mais recentemente, iPads passaram a ser termos do dia-a-dia de pessoas do mundo todo.

Steve Jobs passa agora a ser presidente do conselho administrativo e Tim Cook assume como CEO. Prova de que ele não vai estar longe, até porque a indicação do novo ocupante do cargo partiu do próprio Jobs.

A pergunta que fica é a mesma que todos sempre se faziam é a mesma que ouvíamos quando uma licença médica afastava Jobs da liderança da Apple: a marca será a mesma? Sim e não. Muda o rosto que estará estampado nos jornais quando a empresa revolucionar novamente. Mas a cultura da inovação e do “Think different” não se acaba assim.

Facebook
LinkedIn
Instagram