[19/10/2012] Fellipelli e SBA Associados passam a trabalhar em parceria no Sul do Brasil

Você pode até tentar controlar, mas quando o médico bate com o famoso martelinho no joelho, o instinto faz com que a sua perna se estique quando ele chega. Essa reação faz parte de um reflexo que pode ser explicado pela neurociência. E se engana quem pensa que esta ação está longe do mundo nos negócios e resultados. Adriana Fellipelli, diretora de uma das mais respeitadas consultorias do país, acredita que entender este instinto comportamental é o primeiro passo para uma gestão estratégica de pessoas.

E foi com este pensamento e investindo nesta área que a Fellipelli passou a se destacar no Brasil. Hoje, atende companhias como Souza Cruz, AmBev, GM, Ford, Itaú, Basf, Banco Central, Philips, Avon, Unilever, Boticário e Bunge, entre outros. E a partir de 2012, a SBA Associados é a parceira da empresa para o Sul do Brasil.

Sidney Bohrer de Aguiar, diretor e consultor da SBA, diz que esta união é fruto da identificação nas metodologias e no foco por resultados. “Houve uma aproximação por um trabalho que realizamos em conjunto em uma grande empresa. Tivemos uma sintonia muito grande e, desde, então realizamos alguns projetos em conjunto”, lembra.

Abaixo, Adriana conta um pouco da história da empresa:

O slogan da Fellipelli é muito simples e objetivo: “Melhor juntos”. Gostaria que a senhora falasse mais sobre ele.
Adriana Fellipelli: Está muito alinhado com a nossa filosofia de trabalho. Acreditamos que é a soma das características de cada um que faz o todo melhor. O brilho de um aumenta o brilho de todos. Quando uma pessoa defende muito o espaço dela e não compartilha, empobrece o conjunto de uma empresa. Todos os nossos projetos têm o objetivo de fortalecer o todo através do melhor de cada um.

E como essa ideia começou?
AF: O início dos nossos projetos foi na área de outplacement, há 25 anos. Depois, em 1994, fomos para o exterior buscar ferramentas para acelerar o conhecimento destas pessoas. Foi aí que encontramos o MBTI (Myers-Briggs Type Indicator), uma metodologia que identifica os tipos de personalidade e as suas características para promover o autoconhecimento. Trouxe a metodologia para o Brasil e, no ano 2000, vendemos a empresa para uma multinacional americana. Depois de sete anos de volta ao mercado como executiva, resolvi trazer essa experiência com a Fellipelli.

A atuação da empresa é dividida em desenvolvimento organizacional, instrumentos de desenvolvimento, qualidade de vida e coaching. Gostaria que a senhora comentasse sobre elas.
AF: Exatamente. Estas quatro grandes áreas se subdividem em projetos bem específicos. O desenvolvimento organizacional é dividido em avaliar e conscientizar (assessment center, avaliação 360°, avaliação de desempenho, pesquisa de clima e análise de perfil), capacitar e desenvolver (executive coaching, equipes de alto desempenho, liderança, team building e team coaching) e planejar e decidir (carreira, gestão por competências, retenção e sucessão). Os instrumentos de desenvolvimento são 12 (MBTI, MBTI Step II, BIRKMAN, TKI, TMP, IPT Seleção, IPT Liderança, Prevue, FIRO-B, Interaction Style, EQi 2.0, Adam Milo – Bateria de testes para seleção). A área de qualidade de vida, que está em desenvolvimento, vai trabalhar com projetos que estimulem as empresas a pensar na vida dos seus profissionais. A nossa metodologia de coaching é a baseada em neurociência. Representamos o NeuroLeadership Group.

Adriana Fellipelli e Sidney Bohrer de Aguiar. Crédito: Daniel Zimmermann

[27/08/2012] Antonio Amaral fala sobre comércio internacional e internacionalização em Blumenau

O mercado é cada vez mais global. E entender sobre comércio internacional e internacionalização (ter uma filial ou um ponto de operação fora do país) é importantíssimo para todos os tipos de negócio. A Câmara Brasil-Alemanha realiza, em parceria com a SBA Associados, uma palestra com este tema no dia 3 de setembro, às 19h, no Vienna Park Hotel.

As inscrições estão abertas e podem ser realizadas através do e-mail relac3.blu@ahkbrasil.com ou no telefone (47) 3336-4515. O valor é R$ 15,00 para associados à Câmara Brasil-Alemanha e R$ 25,00 para não associados.

O palestrante será o consultor Antonio Amaral, doutor em marketing e comunicação, com mais de 30 anos de experiência em negócios global. Já atuou com gestão estratégica em empresas da Europa, dos Estados Unidos, da China, na Rússia, da América Latina e da África. Também trabalhou como professor em universidades portuguesas, espanholas e brasileiras.

Programa da palestra
A palestra é dividida em cinco módulos. O primeiro trata de uma análise o mercado internacional e inclui emergentes, naturais e tradicionais.

O segundo traz uma abordagem sobre produtos e serviços através de estudos de mercado, foco no geotipo de cada negócio e novas oportunidades.

O bom momento do Brasil é destaque no terceiro momento. Entre os temas, estão Copa do Mundo e Jogos Olímpicos, economia em crescimento, novas oportunidades, impulso industrial e o “mau momento” na Europa.

No último módulo teórico, Antonio apresentará regras do trade internacional através de representantes e distribuidores, as filiais, expansões de negócio e aculturação.

Em seguida, serão apresentados diversos cases e aberto o diálogo com os participantes.

[06/06/2012] Mais de 400 pessoas viram palestra de consultor da SBA Associados em maio

Mais de 400 pessoas ouvindo, atentas, sobre apagão de talentos e atração e retenção de pessoas. Este foi o saldo de cinco palestras realizadas pelo Senai nas unidades de São João Batista, Tijucas, Blumenau, Concórdia e Luzerna. Sidney Bohrer de Aguiar levou aos participantes informações, vivências e pesquisas que apontam algumas causas e consequências da questão da mão-de-obra para as nossas empresas.

“Acredito que esses eventos são uma troca. Repassei um pouco das experiências e do olhar que quase 20 anos de SBA Associados me deram e tive a oportunidade de ouvir um pouco mais sobre profissionais de diversos níveis dentro das corporações catarinenses”, afirma Sidney.

Mais duas palestras estão marcadas para o dia 21 de junho, no Senai de Florianópolis, e 2 de agosto, no Senai de Brusque.

[02/04/2012] Alegria do Choro grava DVD no próximo dia 19

Se engana quem pensa que o Vale do Itajaí não produz ritmos brasileiros de qualidade. E um dos grupos mais tradicionais de chorinho da região sobe ao palco do Teatro Carlos Gomes no próximo dia 19 para provar que, por aqui, o chorinho conquista cada dia mais o seu espaço. O Alegria do Choro grava seu primeiro DVD fazendo uma viagem pelo universo do ritmo que passa pelos pioneiros, pelos destaques regionais e por músicos locais que fazem a história do choro no Vale do Itajaí.

Tony de Hollanda, um dos integrantes do grupo, diz que a intenção é deixar registrados os oito anos de história do grupo. “Temos orgulho em disseminar este ritmo tão brasileiro e tão importante para a história da música popular pela região. Já fizemos apresentações até em terminais de ônibus para que as pessoas possam reconhecer o choro não como uma música erudita, mas como uma música popular, que é o que ele é”, afirma.

Como não poderia deixar de ser, a primeira parte do repertório destaca Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha, Eresto Nazareth e Jacob do Bandolin. Mas a intenção também é mostrar que o choro não parou no tempo. Fazem parte do repertório Maurício Carrilho e composições inéditas de Pochyua Andrade e Tony de Hollanda.

Outro compositor que será homenageado é Aldo Krieger, que foi elogiado por Pixinguinha. Segundo a biografia do brusquense, Altamiro Carrilho (tio de Maurício, que vai participar do show) tocava uma das pessoas de Aldo na Odeon, gravadora no Rio de Janeiro onde Pixinguinha trabalhava como arranjador. Ao ouvir, o mestre do choro disse “este é dos bons, este é dos nossos!” e perguntou de quem era a composição. Altamiro respondeu que era de um “alemãozinho de Santa Catarina”.

Sheila Krueger (apresentação e vocal), Joel Matias (acordeom), Khadinho (cavaquinho) e Maestro João Carlos Cúnico (trompete) são as participações especiais desta gravação.

[08/03/2012] SBA Associados inicia Coaching Ativo na Jaguafrangos

Mais do que apenas treinar: capacitar pessoas para que tenham foco no resultado. Este é o objetivo do Coaching Ativo, metodologia desenvolvida pela SBA Associados que aplica conceitos do coaching com profissionais que trabalham dentro das fábricas. Mais uma turma deste projeto teve início na última semana na Jaguafrangos, de Jaguapitã (PR). O nome do projeto na empresa é Crescer Jaguá.

A Jaguafrangos é uma empresa do setor de aves e frangos. A produção é de aproximadamente 75 mil aves ao dia. A empresa exporta desde 2003 para Japão, China, Rússia e Senegal.

O consultor responsável pelo projeto é Orlando da Silva. Clique aqui para saber mais sobre o Coaching Ativo.

Facebook
LinkedIn
Instagram