Integração de soluções e processos do grupo global BAT conta com tecnologia de empresa catarinense

No primeiro semestre deste ano, o Grupo British American Tobacco (BAT), segundo maior do mundo no segmento de tabaco, deu um importante passo para a melhoria dos processos e sistemas da corporação. Criou o Programa TaO, em que implantou estruturas organizacionais consistentes, soluções e processos de negócios alinhados, além de dados integrados.

Dividido em cinco grupos de implementação, o projeto contemplou também o Brasil, através da Souza Cruz, com sede em Blumenau (SC). As ações realizadas na companhia ficaram a cargo da Teclógica, empresa de soluções e serviços de tecnologia da informação.

A equipe de TI da empresa atuou para que um modelo operativo de negócios alinhado globalmente, chamado de Target Operating Model (TOM), entrasse em operação. A partir de agora, muitos processos da Souza Cruz e do grupo Bat, antes manuais, passam a ser realizados de forma automatizada. O resultado esperado do TaO é a redução custos, agilidade e ganhos de eficiência para todo o grupo, atualmente presente em mais de 50 países. O objetivo desse projeto é integrar as soluções e, dessa forma, gerar mais valor para os negócios. A partir de agora, tanto a unidade brasileira, quanto a da Malásia ou da Inglaterra, por exemplo, atuam da mesma forma, com sistemas integrados e dados compartilhados.

A Souza Cruz é cliente de longa data da Teclógica. “Estamos contentes de fazer parte deste projeto realmente grandioso e com muitos desafios. Cada nova parceria com a Souza Cruz é mais um feedback positivo de que estamos realizando ações de sucesso”, salienta o sócio-diretor da Teclógica, Luiz Carlos M. Scheid.

Sobre a Teclógica
Fundada há 22 anos, a Teclógica é uma empresa especializada na gestão de TI e Negócios que oferece soluções sob medida para diversos segmentos. Possui expertise em projetos de Outsourcing, Infraestrutura e Mobilidade Corporativa.Com sede em Blumenau (SC), a empresa conta com atuação em todo território nacional e na América Latina.

Luiz Carlos Scheid, sócio-diretor da Teclógica. Imagem: Divulgação

Luiz Carlos Scheid, sócio-diretor da Teclógica. Imagem: Divulgação

Teclógica completa 22 anos com perspectiva de crescimento para o segundo semestre

A área de tecnologia da informação é um dos poucos segmentos que continua em expansão, apesar da crise econômica. O setor deve crescer 3% no Brasil, enquanto a média global, segundo a consultoria IDC, será de 2,4%. O país é o líder em investimentos no setor na América Latina. E a Teclógica, que neste mês comemora os 22 anos de fundação, também espera resultados positivos em 2016.

A companhia tem sede em Blumenau (SC) e atua em todo o país através de serviços gerenciais e infraestrutura de TI, bem como soluções de comunicação e mobilidade corporativa. Atende a clientes de grande porte e tem em sua base empresas como a multinacional Souza Cruz, Cecred, Cravil e Haco. Na área de construção, também atende contas como Odebrecht Ambiental, Rôgga, PDG e Toniolo Busnello.

Nos primeiros cinco meses de 2016 registrou aumento no faturamento em relação ao mesmo período do ano passado. Abriu 20 novas vagas de trabalho e teve um crescimento positivo no número de clientes.

Luiz Carlos M. Scheid, sócio-diretor da Teclógica, afirma que o segundo semestre também deve ser positivo. “Em tempos de crise, as empresas buscam a melhoria da produtividade e da qualidade. Na maioria destas iniciativas o investimento em tecnologia se faz necessário, seja em hardware ou software. Estamos preparados para atender a estas demandas e esperamos ter um ano com bons resultados”, diz.

Investimento para crescer
Em 2016, a empresa investe em tecnologia e inovação, na área de produto, com o lançamento de novos módulos do Mobuss Construção, solução de mobilidade para a indústria da construção.

Na área de infraestrutura com investimentos em manutenção, aumento da capacidade dos servidores bem como renovação das estações de trabalho da equipe de desenvolvimento e arquitetura de software.

Luiz Carlos Scheid, sócio-diretor da Teclógica. Imagem: Divulgação

Luiz Carlos Scheid, sócio-diretor da Teclógica. Imagem: Divulgação

Facebook
LinkedIn
Instagram