Experimentais da Cerveja Blumenau levam dois prêmios na Copa Cerveja Brasil

A Capital Brasileira da Cerveja foi lembrada na noite de sexta-feira (16), em Vitória (ES). A Cerveja Blumenau, que leva o nome da cidade, recebeu dois prêmios na Copa Cerveja Brasil.

As duas medalhas de bronze foram para rótulos experimentais: a Catharina Sour com jaca e a Frida Wood Aged. Elas foram apresentadas ao público em eventos como a Oktoberfest.

Em quatro anos de mercado, são 24 premiações para os rótulos e mais dois reconhecimentos institucionais.

Valmir Zanetti, diretor executivo da marca, comenta que, mesmo nas cervejas que ainda não estão no mercado, as premiações indicam a dedicação da Cerveja Blumenau para oferecer produtos de qualidade. “Cada uma dessas medalhas é resultado de um esforço coletivo, que envolve da criação até a execução dessas receitas. Estamos muito felizes e certos de que as premiações são reflexos da visão que temos sobre cada item”, comenta.

Reforço na produção
Uma das novidades da Cerveja Blumenau neste ano está na fábrica. Marcos Guerra, que acumula quase uma década à frente de cervejarias premiadas, assumiu em junho a gestão da produção. “Buscamos um profissional que estivesse alinhado com as nossas perspectivas para a marca, para que seguíssemos em alguns aspectos e ganhássemos velocidade em outros, tudo sem perder o nosso DNA”, comenta Valmir.

Novos lotes com evoluções de receitas já consagradas da Cerveja Blumenau, como a Capivara Little IPA, já estão chegando aos pontos de vendas.