Cerveja Blumenau: um ano de marca, um ano de Melz

“O trabalho da Melz, desde
o Empório Vila Germânica até
a Cerveja Blumenau, tem três características: compromisso
em fazer bem feito, superação
do resultado esperado e entusiasmo sempre”

Valmir Zanetti, diretor executivo da Cerveja Blumenau

Já atendíamos a Bier Vila há quatro anos quando Valmir Zanetti, sócio da casa, nos surpreendeu com uma notícia: a casa lançaria rótulos próprios e seu nome seria Cerveja Blumenau. O projeto era, paulatinamente, transformar a marca do restaurante numa cervejaria.

Deu tudo mais certo que o planejado e, um ano depois, a marca se prepara para inaugurar nos próximos dias a fábrica própria com produção de 100 mil litros ao mês. Tivemos, nesse período, mais de 160 participações da Cerveja Blumenau na imprensa.

O desafio

Recapitulamos a experiência no atendimento do Festival Brasileiro da Cerveja por três anos consecutivos, arregaçamos as mangas e mergulhamos no universo de peculiaridades que a cerveja artesanal tem. Entrevistamos cervejeiros, ouvimos sommeliers e entendemos de que maneira poderíamos gerar resultado para o cliente.

A oportunidade latente era utilizar do nome da marca – que também nomeia a Capital Brasileira da Cerveja – para mostrar que uma jovem marca pode carregar a qualidade de uma tradição imensa.

A estratégia

O dia do lançamento da marca, 28 de agosto, deu o pontapé inicial à nossa estratégia. Recepcionamos os jornalistas locais no evento de lançamento e os apresentamos os rótulos Capivara Little IPA e Ipê Amarelo.

Depois, buscamos aproximação com os veículos especializados em cerveja para divulgações de premiações, lançamentos e atributos mais técnicos de cada rótulo. O terceiro passo foi a busca de pautas nacionais que pudessem posicionar a marca no Brasil como um novo nome de peso do segmento.

Os resultados

Em exatos 356 dias, somamos mais de 160 aparições da marca. Delas, cerca de 30 são em jornais impressos. Entre eles, o Valor Econômico e o Estado de S. Paulo. São 11 entrevistas para emissoras de TV locais e estaduais e três entrevistas para emissoras de rádio. Seis revistas publicaram informações e entrevistas com os executivos.

Entre as mais de 100 aparições em veículos online estão desde portais de grandes veículos nacionais, como a coluna de Sandro Macedo na Folha de S.Paulo até os portais segmentados do mercado cervejeiro e de gastronomia. Este número contempla ainda os fundamentais veículos regionais, que contribuíram para o sentimento de pertencimento que a marca busca desde a sua fundação.