Cinco diferenças entre um cartão de benefícios e um plano de saúde

Com índices de reajustes elevados, os planos de saúde já não estão entre as prioridades dos brasileiros, especialmente quando a contratação é individual. De acordo com a Agência Nacional de Saúde (ANS), só em janeiro de 2018, 170 mil pessoas deixaram de usar esse tipo de serviço. E neste cenário a oferta de adesão a cartões de benefícios tem ganhado espaço no mercado nacional.

Guilherme Schneider, gerente operacional da Total Saúde, explica que este modelo de negócio tem se fortalecido por conta da busca por atendimento rápido e humanizado a preços acessíveis. “Como muitas famílias não podem manter uma mensalidade de plano, o cartão de benefícios garante preços mais interessantes e evitam a longa espera muitas vezes encontrada no Sistema Único de Saúde”, diz.

Guilherme lista cinco principais diferenças entre cada uma das ofertas:00

Cobrança
No plano de saúde, o contratante paga por um valor mensal e, de acordo com o tipo de serviço contatado, precisa arcar ou não com valores de consultas, exames ou outros serviços. É a chamada co-participação. No entanto, anualmente há um reajuste na mensalidade e muitas vezes ela acaba pesando no bolso do consumidor. No último ano a Agência Nacional de Saúde (ANS) ficou em 13% o teto para este aumento. Os preços ainda variam para contratações empresariais ou individuais.

No caso do cartão de benefícios, o usuário paga um montante mensal bem abaixo do cobrado pelos planos. Esse valor é habitualmente inferior a R$ 50,00 e dá direito a descontos para o titular e um número fixado de dependentes. A consulta não é incluída neste valor nem tem co-participação, mais sim um valor reduzido. O objetivo é conseguir acesso rápido a profissionais ou medicamentos, com qualidade e preços acessíveis.

Oferta
No caso do cartão de benéficos, o contrato é simplificado e feito em poucos minutos. O usuário se cadastra com informações básicas suas e dos dependentes e tem acesso a uma lista de produtos, profissionais e serviços aos quais terá desconto.

No caso dos planos de saúde, a oferta para contratação individual está cada vez menor e mais cara. A maioria das adesões ocorrem em grupo ou por meio da empresa. Existe um contrato com uma série de cláusulas que verificam desde doenças pré-existentes até teto de cobertura, reajustes e outras questões.

Agilidade nos serviços
Em ambos os casos o objetivo do contratante é ter agilidade no atendimento. E os dois serviços se propõem a entregar isso. Alguns planos de saúde contam com estrutura própria. No entanto, o paciente precisará aguardar para ser atendido caso o seu modelo de contratação tenha tempo de carência. É o caso de gravidez, por exemplo, quando existe um período de pagamento anterior à oferta de consultas e exames de pré-natal. Já nos cartões de benefícios, basta entrar em contato com a rede credenciada e agendar a consulta.

Benefícios extras
A vantagem extra de ambos os modelos de contratação é o acesso a descontos, especialmente em farmácias. Como esta é uma das bandeiras dos cartões, eles tendem a ter uma rede mais ampla de credenciados – especialmente farmácias. Outra vantagem no caso de cartão de benefícios é a oferta de recursos tecnológicos voltados à prevenção da saúde. É o caso, por exemplo, dos apps Total Saúde 24h, Alô Mamãe e Nutricall, oferecidos pela Total Saúde. Com alguns cliques o cliente tem em mãos dicas para o seu bem-estar, recomendações para uma vida mais saudável, informações sobre sintomas, além de orientações de equipe de enfermeiros que podem ser fornecidas através de chat ou vídeo chamada. Com isso, o usuário não tem no pronto atendimento a sua primeira opção de triagem e evita, muitas vezes, uma fila de espera de horas, sendo já direcionado para uma ação assertiva.

Adesão e cancelamento
Basta informar à central a decisão de cancelamento que a mensalidade de um cartão de benefícios deixa de ser cobrada. A validade, habitualmente, é de 30 dias após a desistência, podendo ser maior no caso de serviços como auxílio funeral, por exemplo.

Já no caso dos planos de saúde, tanto adesão quanto cancelamento trazem processos mais burocráticos, com contratos elaborados e cláusulas que devem ser observadas para se evitar multas ao fim da contratação.

Sobre a Total Saúde
Acesso rápido à rede médica, atendimento humanizado, prevenção e consultas a preços acessíveis fazem parte da proposta da Total Saúde. A empresa atua na região de Blumenau (SC) e oferece um cartão de benefícios que garante descontos em serviços relacionadas a área de cuidados e bem-estar. Os usuários ainda contam com atendimento através de telefone e de aplicativos móveis, que facilitam a resolução de dúvidas. O atendimento nas plataformas é realizado por uma central de enfermeiros especializados. Além de rede credenciada em consultórios, a marca tem parceria exclusiva com a Bluclin, clínica localizada na Rua Amazonas, 688, bairro Garcia.