Com alta do dólar, turismo interno ganha espaço no planejamento do brasileiro

Utilizado em boa parte das viagens ao exterior, o dólar não tem favorecido os brasileiros. Só em maio, a moeda americana chegou próximo a R$ 4,00, colocando em xeque a tão sonhada viagem de férias.

Mas de acordo com o especialista em turismo da Tô Indo, Gelson Walker, o turismo interno acaba se tornando uma boa opção para quem não abre mão do lazer. “Os destinos brasileiros têm muito a ganhar com a elevação do dólar. Para fugir de gastos superiores, o litoral Nordestino deve ser a escolha de muitos visitantes”, diz. Ele destaca ainda alguns cuidados para quem quer driblar os custos acima da média e garantir tranquilidade na hora de embarcar:

Destinos famosos no Brasil
Para quem gosta de surfe, festas agitadas, movimento e muita badalação, a Praia da Pipa, no principal balneário do Sul do Rio Grande do Norte, é o lugar perfeito. Já no município de Ipojuca, em Pernambuco, Porto de Galinhas é o destino de muitos turistas. A região conta com piscinas de águas claras e mornas, além de estuários, mangues, areia branca e coqueiros. Outra opção é a paradisíaca praia de Maragogi, conhecida como o Caribe Brasileiro, que fica ao Norte do Alagoas. As águas calmas favorecem o banho de mar entre corais e peixes coloridos nas piscinas naturais formadas na maré baixa.

Pacotes com as melhores ofertas
O custo-benefício da viagem como um todo deve ser levada em consideração. De nada adianta escolher um destino por conta da alta do dólar mas não se inteirar de custos de passeios, passagens, hotéis e transporte para visitar os locais. “Dependendo do local escolhido, as moedas utilizadas podem ou não valorizar o real. Para que não tenha surpresas na hora de pagar alguma compra, contar com uma empresa especializada no assunto pode evitar dores de cabeça”, indica Gelson.

Datas alternativas
Se a intenção é reduzir custos, optar por épocas de baixa temporada pode ser a melhor opção. É comum aumentar o número de turistas em períodos de férias como no início e meio do ano, o que acaba influenciando diretamente em preços mais elevados. “Outra dica é comprar tudo que for possível com antecedência, como é o caso do próprio pacote de viagens e de passeios, que além de garantir o melhor preço, possui alternativas de parcelamento”, avalia o executivo da Tô Indo.

Vai para o exterior? Fique atento a alguns detalhes
No caso de quem já está com a viagem planejada, a estratégia sugerida por Gelson é organizar as despesas em detalhes. “O ideal é programar minuciosamente o roteiro. Para que os despesas não saiam do orçamento, planeje todos os gastos que serão utilizados ao decorrer dos dias. Uma dica é conversar com sua agência de viagens para que ela sugira destinos mais econômicos”, comenta.

Se o local escolhido tem como principal moeda o dólar, encurtar o tempo de viagem também pode ser uma opção, ou até mesmo escolher pacotes com alternativas de trajetos diferenciados ou hotéis mais em conta.

Sobre a Tô Indo Viagens
Chancelada pelos mais importantes fornecedores e instituições ligadas a viagens do país, a Tô Indo Viagens tem mais de 10 anos de atuação. Além do atendimento a empresas e viajantes, a marca trabalha ainda com eventos corporativos e com a comercialização oficial de espaços para marcas nos camarotes da Oktoberfest. Mais informações: www.toindoviagens.com.br.