Melz Assessoria de imprensa

Com nova marca e posicionamento estratégico, Ellevo firma parceria com projeto Watson
25/01/2017

Especializada em sistemas para a gestão de processos de negócios na área de serviços, a Ellevo tem 10 anos de mercado e inicia 2017 com uma nova perspectiva. A companhia, que até então contava com sistemas modulares chamados 0800net, apresentou neste mês a reformulação da marca e um novo posicionamento de mercado.

Além de renovação da comunicação visual e nomenclatura de produtos, a companhia acaba de firmar uma parceria com a global IBM. A Ellevo passa a ser parceira no projeto Watson, plataforma de computação cognitiva. O objetivo é que os sistemas da companhia, que já contam com processos automatizados para ações sem a intervenção humana, sejam ainda mais eficazes através da Inteligência Artificial (AI).

“Demos esse importante passo para que nossa marca e posicionamento de mercado ficassem mais alinhados com o que fazemos de fato. Nossa plataforma aposta em serviços compartilhados e automatizados, que trazem mais produtividade para as empresas, através de registros de atividades, gestão de tarefas, controle e ações desencadeadas sem a necessidade de interferência humana. Na prática, oferecemos uma tecnologia que enxuga custos e garante que os profissionais não percam tempo com burocracia e sim com suas tarefas práticas”, explica o diretor da Ellevo, Carlos Alberto D’Ávila.

Atualmente a companhia atende empresas como BRF, Renault, Grupo Positivo, Fiesc e Senior Sistemas. Conta com cerca de 200 clientes e mais de 100 mil usuários ativos em suas plataformas.

Cloud Computing com a IBM
Em 2016 a relação estratégica entre a empresa catarinense e a companhia norte-americana se estreitou. A Ellevo passou a hospedar seus sistemas na nuvem da IBM e desde então já vinha negociando uma aproximação com o supercomputador da companhia, que ficou conhecido depois de ganhar um concurso de perguntas e respostas em um programa de TV americano em 2011.

“Uma revolução está a caminho. Quando comecei a programar, a linguagem Cobol permitiu que os mortais como eu, pudessem programar o computador para executar tarefas. Era uma linguagem de alto nível, pois permitia que a programação se aproximasse da nossa escrita formal. Hoje é muito diferente. A plataforma Watson permite que o computador aprenda e armazene dados à medida em que as pessoas interagem com ele em linguagem natural. É um sistema que analisa milhões de informações rapidamente, facilitando não só a tomada de decisões, como dando agilidade aos negócios, produtividade e ganhos imensuráveis. É uma significativa evolução dentro da área de tecnologia.”, destaca D’Ávila.