Drinks servidos em banheiras, latas de lixo e bolas de futebol começam a ser servidos em bar de Blumenau (SC)

Ao escolher um dos drinks no menu, você espera ser surpreendido pelo sabor. Mas quando ele vem acompanhado de uma forma completamente inusitada de servir, a experiência fica ainda mais divertida. Inspirado na tendência internacional de trazer mais humor para os coqueteis, o Boteco São Jorge, de Blumenau (SC), estreou três novidades que unem apresentações bem-humoradas e receitas inéditas.

O Banho Relax, por exemplo, é uma banheira com uma receita vodka, carambola, uva Niágara e hortelã além, é claro, de bichinhos que se banham para aproveitar a mistura. Já o Do Lixo ao Luxo é um coquetel com vodka, melado de cana, suco de abacaxi e limão servido em uma mini lata de lixo. Por fim, o drink Minha Nega traz a brasileiríssima cachaça, suco de limão Taiti e siciliano e rapadura servidos em um copo dentro de uma mini bola de futebol.

A proposta, de acordo com a sócia do Boteco São Jorge, Patrícia Evers, é ampliar a experiência do clima de botequim com preparações gostosas e divertidas. “Nossos drinks sempre tiveram uma excelente aceitação. No ano passado começamos a gerar interação através de frases de sambas reconhecidos que vinham junto com as canecas – outra forma de servir diferente que trouxemos para a região. Foi aí que percebemos que o momento era propício para ousar um pouco mais. O resultado ficou incrível e já nos primeiros dias os clientes já reagiram super bem”, comenta. Servidos nos moldes usuais, novos Gin Tônicas também passaram a integrar o cardápio.

Na gastronomia, os tradicionais petiscos e frigideiras da casa ganharam reforços. Itens brasileiríssimos como dadinhos de tapioca, caldinho de mocotó, queijo coalho com melado e baião de dois agora também são servidos no Boteco São Jorge. Nos bolinhos, versões de feijoada e abóbora com carne seca chegam ao menu.

Sobre o Boteco São Jorge
Gastrobar localizado na Rua Coelho Neto, 32 (anexo à floricultura), o Boteco São Jorge valoriza a brasilidade na culinária e na música. O sincretismo religioso, que é uma das marcas da população local, está representado no nome e na decoração. O bar funciona de terça à sábado, a partir das 18h. De terça a sexta-feira, serve o festival Sabores de Boteco, além do cardápio a la carte.