Ecofiber cresce 40% ao ano com itens para conforto e proteção acústica

Mais de 60 profissionais, 13 anos de mercado, crescimento médio de 40% nos últimos dois anos e presença na América Latina. Os números da Ecofiber evidenciam a aposta acertada da companhia ao investir em soluções que garantem conforto e proteção acústica aos projetos em que estão inseridos. O modelo de negócio surgiu a partir do know-how em fibras de poliéster do Grupo Altenburg. A partir daí chegaram ao mercado produtos para revestimentos de estofados e vestuário.

As oportunidades de comercialização cresceram também em outros ramos e atualmente a marca é reconhecida pelas soluções termoacústicas para áreas industriais e construção civil. “Cada vez mais há uma necessidade e uma procura por ambientes que ofereçam esse diferencial. As pessoas passam o dia todo em rotinas turbulentas, com trânsito e quando chegam em casa precisam de conforto. Os produtos que produzimos garantem esse isolamento, agregando valor aos projetos construtivos”, avalia João Adriano Filho, gerente comercial da Ecofiber. Dentro do mix são ofertadas opções para aplicação em ambientes com drywall, forros modulares, steel frame, coberturas e tubulações hidrossanitárias além de projetos personalizados.

Um dos diferenciais da marca é a produção sustentável. Na composição dos materiais são utilizados percentuais de fibras oriundas de garrafas pet. Logo, os produtos têm matéria-prima de origem reciclável – o que caracteriza como sustentável.

Na área de construção os destaques ficam por conta dos produtos Ecofiber Wall e Floor. “São opções instaladas dentro das paredes de um sistema Drywall, Steel frame e entre a laje e o contra-piso dos apartamentos, principalmente. Com isso, o morador fica protegido dos ruídos que habitualmente acabam transpondo os locais. Além disso, são aliadas no isolamento térmico, o que reduz, os custos com condicionamento de ar, por exemplo”, destaca João.

O mix da companhia conta ainda com mantas para filtros condicionadores de ar e cabines de pintura, fibras para estofados, almofadas e pelúcias. Todas as opções são ecologicamente corretas, podendo ser recicladas e que garantem ao projeto diferenciais para certificações voltadas a sustentabilidade.