Empresa de Camboriú (SC) aposta em projeto que oportuniza primeira experiência profissional

A disputa por vagas no mercado de trabalho é cada vez maior e um dos principais problemas de quem está ingressando no universo profissional é a falta de experiência. Uma empresa de Camboriú (SC) está apostando em um projeto que tem o intuito de facilitar o início de carreira. Desde 2010, a Printbag adotou o Programa Jovem Aprendiz. Nele, adolescentes de 14 a 24 anos são contratados pela companhia para vivenciar o dia a dia do negócio e aprender sobre o ofício.

Durante um ano e meio os participantes trabalham quatro horas por dia na empresa – no contraturno escolar – por quatro dias durante a semana. Um dia por semana, os jovens têm aulas teóricas de Ocupações Administrativas ou Comércio e Varejo. Atualmente, a Printbag conta com oito integrantes do programa e está com duas vagas abertas. Os interessados podem enviar currículo para rh@printbag.com.br.

“Muitos jovens chegam à empresa sem experiência nenhuma e terminam o projeto com possibilidades reais de carreira, prontos para o mercado de trabalho e com um grande diferencial competitivo, se comparados aos jovens que não participaram do programa”, comenta Tânia Peccin, Analista de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Printbag.

Talentos são absorvidos pela empresa
Ainda de acordo com Tânia, “na existência de vagas para o quadro efetivo, os jovens que se destacam podem ser convidados a participar do processo seletivo”. É o caso da Mahara Oliveira do Nascimento. Ela entrou na Printbag aos 15 anos, em 2016, e hoje atua como auxiliar de PPCP. “Sou muito grata pela oportunidade que tive e agora por integrar o time. A empresa não só me ajudou a ser a profissional que sou hoje, como me deu ferramentas para crescer”, comenta. Segundo ela, o projeto transformou a sua vida. “Eu sempre quis ser independente, ter o meu dinheiro e conquistar as minhas coisas. O programa me oportunizou isso. Hoje, aos 17 anos, estou construindo uma carreira e posso recompensar meus pais por tudo que já fizeram por mim”, diz.