Mais de 3,5 mil pessoas passaram pela ExpoBrew, em Vitória (ES)

O universo das cervejas artesanais esteve em pauta na capital do Espírito Santo. Na última quinta (15) e sexta-feira (16), profissionais do setor, entusiastas e público em geral puderam prestigiar uma imersão no segmento.

A ExpoBrew, organizada pela Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), reuniu mais de 3,5 mil pessoas no Parque de Exposições Floriano Varejão (Pavilhão Carapina), em diferentes atrações.

A feira nacional de fornecedores do setor foi um dos destaques da programação. Além disso, o evento contou com palestras, workshops e mesa redonda, que discutiu o futuro do mercado. No período da noite, um festival agitou o público. O Harmoniza Beer teve com a participação de 30 cervejarias artesanais e mais de 200 rótulos, além de atrações musicais.

Para Carlo Lapolli, presidente da Abracerva, a experiência de levar um evento nacional de cerveja para Vitória (ES) foi positiva. “O mercado das artesanais ainda está muito concentrado em regiões específicas, como Sudeste e Sul. A ideia de realizar a ExpoBrew na capital do Espírito Santo foi justamente essa: levar uma programação cervejeira para outros lugares, para que esse movimento comece a tomar força pelo país. Ficamos felizes com o resultado e acredito que abrimos portas para que mais eventos como este aconteçam no local”, afirma.

Copa Cerveja Brasil distribuiu 99 medalhas
A segunda edição do concurso exclusivo para marcas artesanais independentes também fez parte da programação da ExpoBrew. A Copa Cerveja Brasil reuniu mais de 40 especialistas de todo o país em Vitória (ES), para avaliar mais de 700 amostras, de 176 cervejarias. Ao todo, a competição distribuiu 99 medalhas em 70 estilos, para 65 marcas. O resultado foi divulgado na sexta-feira (16).

A lista com os vencedores está disponível no site www.abracerva.com.br.

Sobre a Abracerva
A Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva) foi fundada em outubro de 2013 para reunir e defender os interesses das cervejarias e da cadeia envolvida com o setor no país. Desde então, iniciou o processo que levou a entrada das microcervejarias no Simples e tem trabalhado na articulação política do setor para garantir melhores condições para as cervejarias.