Melz Assessoria de imprensa

Fakini completa duas décadas com a expectativa de dobrar faturamento nos próximos três anos
14/11/2014

Nos últimos 10 anos, a Fakini, indústria têxtil de Pomerode (SC), cresceu acima de dois dígitos todos os anos. Para 2014, por exemplo, a expectativa é de um acréscimo de mais de 20% no faturamento. A capacidade produtiva de 1 milhão de peças ao mês está sendo utilizada e novos investimentos já preparam a empresa para a expansão. Segundo o planejamento estratégico da companhia, em três anos o faturamento vai dobrar. De 2010 para 2014, isso já aconteceu.

Não faltam motivos para comemorar as duas décadas que a empresa completa em 18 de novembro de 2014. Moacir L. Fachini, um dos fundadores, conta que nesses 20 anos, a indústria não parou de se reinventar. “Passamos por vários momentos econômicos distintos e decisões difíceis. Mas sempre aprendemos muito com isso”, diz. Ele acrescenta que é por conta desses aprendizados que a Fakini chega às duas décadas saudável e com perspectivas animadoras.

Francis Fachini, diretor comercial, aponta que o fato de a empresa ter se dedicado a conhecer e atender de maneira completa o mercado nacional foi preponderante para estes resultados. “Passamos a pesquisar o consumidor e o lojista brasileiro com mais afinco, acertamos as coleções e trabalhamos com uma equipe comercial estrategicamente alinhada aos nossos objetivos”, diz.

Reformulação de linhas
Outro fator impactante para o resultado tão expressivo da Fakini foi, segundo Francis, a reformulação das marcas e linhas de produto que aconteceu entre 2012 e 2013. “Além da mudança na identidade visual da empresa, também repensamos as linhas. Optamos por manter a marca Fakini apenas no infantil e fortalecer a Playground nos itens de maior valor agregado”, aponta.

Em 2013, a Fakini também fortaleceu o trabalho com as licenças. Hoje são 11 personagens. A Warner Bros. no Brasil concedeu à empresa em 2014 o Prêmio Melhores do ano pelo trabalho com Hanna Barbera Collection, Thundercats, Pucca, Batman e Games.

Outra novidade que chamou a atenção do mercado foi a conquista da Pepsi Clothing, licença que trabalha com uma das mais importantes marcas do mundo. Da primeira para a terceira coleção, o número de peças vendidas dobrou.

Moacir L. Fachini: capacidade de reinvenção fez com que a empresa chegasse forte aos 20 anos. Imagem: Divulgação

Moacir L. Fachini: capacidade de reinvenção fez com que a empresa chegasse forte aos 20 anos. Imagem: Divulgação

Francis Fachini: conhecer o mercado nacional a fundo foi preponderante para o crescimento dos últimos anos. Imagem: Divulgação

Francis Fachini: conhecer o mercado nacional a fundo foi preponderante para o crescimento dos últimos anos. Imagem: Divulgação