Melz Assessoria de imprensa

Gravidez na moda: as peças para gestantes que vão muito além do conforto
30/04/2014

A gravidez é sinônimo de felicidade. Uma família que se forma e novas experiências esperando para serem desfrutadas. Segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cada minuto cinco bebês nascem no Brasil. E para cada um deles, de acordo com o mercado, cerca de R$ 5 mil é investido na compra do enxoval para o primeiro ano da criança. Porém, antes do nascimento do filho, a mãe tem um investimento pessoal e feminino: produtos para as gestantes.

Atualmente, lojas especializadas com produtos para as grávidas tem se destacado no mercado e com a produção de artigos focados neste público não é diferente. De acordo com a consultoria Euromonitor, o mercado nacional de gestante deverá movimentar cerca de R$ 21 bilhões até 2015. E o motivo desse crescimento é a mudança no perfil de quem está esperando um bebê. Hoje em dia, as grávidas não param de trabalhar, não dispensam a vida social e mantém suas rotinas. Para isso, precisam estar bem vestidas e se sentindo confortáveis.

Para a consultora de moda da Miss Mammy, Simone Papst, as peças para as gestantes, além de serem confortáveis, também seguem as tendências da moda. “Aquele tempo em que as grávidas tinham de usar roupas grandes e escuras já passou. Hoje em dia, os profissionais da moda investem em peças modernas que acompanham as tendências das passarelas mundiais. Casacos cinturados e estampas clássicas dão alegria ao jeito de vestir da gestante, sempre priorizando o conforto”, aponta.

E as opções realmente são muitas. Vestidos, macacões, moletons e calça jeans são alguns dos modelos que enchem os olhos e o guarda-roupa das grávidas. Para fugir do lugar comum, as empresas buscam referências, seguem as tendências de grandes grifes e aplicam em suas coleções. “Para essa estação, por exemplo, as marcas investem nas estampas étnicas. Uma tendência que surgiu no verão 2012/2013 e é inspirada nas culturas de outros países, será um dos destaques nas coleções Outono Inverno de várias marcas, inclusive das gestantes”, explica Simone.

Para as mamães que gostam de conforto, mas não abrem mão de um salto alto a dica é o moletom chic. Esse modelo que teve seu auge na década de 1980 ganha espaço entre as peças para gestantes aliando duas principais características: conforto e sofisticação. “O moletom chic permite que a mamãe misture cores e estampas sem medo de errar. A flexibilidade que a peça proporciona favorece na hora de combinar outros estilos”, comenta.

As grávidas que preferem um estilo básico, a consultora indica o jeans. “É um look prático e que combina com as mamães que investem na comodidade na hora de vestir. As calças ou bermudas jeans, por exemplo, trazem uma faixa suplex no lugar do cós, acompanhando a transformação do corpo durante a gravidez”, explica.

Coloridas ou mais discretas não importa. A verdade é que as peças desenvolvidas para as gestantes vêm se destacando e ganhando respeito no mundo na moda. Afinal, não é porque o barrigão começa a aparecer que a mamãe deve abrir mão do estilo. “Independente do seu estilo, a grávida precisa priorizar pelo conforto. Afinal, serão nove meses de espera de uma nova vida. Quem não quer estar linda para quando esse momento chegar?”, finaliza Simone.

Sobre a Miss Mammy
A marca nasceu quando Simone engravidou, em 2009. Ela percebeu que, além de escassas, as opções de peças não variavam muito das batas e roupas grandes. Decidiu que, depois que a filha nascesse, abriria uma loja para gestantes. “No compasso da mulher moderna, que trabalha e mantém uma vida completamente normal até os últimos períodos da gravidez, não encontrava opções no mercado”, diz.

Quando abriu a loja, que tem o mesmo nome da marca, percebeu que a falta não estava apenas no varejo, mas também no atacado. “Quando visitava empresas para comprar peças para a loja, encontrava a mesma realidade que eu vivia como consumidora. Daí surgiu a ideia de começar a produzir”, comenta a executiva, que contou com o apoio da sócia Michelle Papst. Isso aconteceu em 2010.

A estrutura fabril é de outra empresa da família, a Papst Jeans, que está há mais de 20 anos no mercado.

Desde então, a Miss Mammy já conquistou 210 pontos de venda em todo o país através de oito representantes. A expectativa é que o volume de vendas dobre este ano. A fábrica fica em Blumenau (SC).

As peças para gestantes também seguem as tendências da moda. Imagem: Rafael Leite

As peças para gestantes também seguem as tendências da moda. Imagem: Rafael Leite