Para os millennials brasileiros, comida local é fator decisivo no destino da viagem

Em levantamento feito por importante site de reserva de hotéis, a culinária é determinante para a escolha do roteiro. Especialista em turismo comenta questões que levaram ao resultado.
Escolher um roteiro de viagem baseado nas suas preferências é essencial. E para a maioria dos viajantes nascidos entre a década de 1980 e os anos 2000 – os millennials – a gastronomia é preponderante. Foi o que apontou um estudo realizado pelo site Hoteis.com, em que 62% dos turistas disseram optar por locais para se conhecer levando em consideração o que encontrarão à mesa. Essa predileção é também sentida nas agências, de acordo com o especialista no segmento, Gelson Walker. Há 10 anos na área de turismo, ele comenta que as mudanças no perfil de quem procura esse serviço são visíveis.

“O público que viaja não busca mais somente desvendar os lugares a partir das atrações, e sim as iguarias típicas de cada região. Essa geração é bastante conectada e habitualmente já chega com diversas informações pesquisadas na internet sobre o destino que quer conhecer. Acredito que a gastronomia ganha destaque por estar ligada à qualidade de vida e ao bem-estar, questões muito presentes nos objetivos do turista millennial”, diz. Gelson, que é diretor da Tô Indo Viagens, ainda reforça que esta mudança de perfil impacta diretamente na escolha dos locais turísticos. “A própria pesquisa mostrou isso. Vemos, por exemplo, que Paris e Itália estão entre os locais mais procurados, e são mundialmente famosos pela boa comida que oferecem”, salienta.

E segundo ele, é preciso que as empresas prestadoras de serviços do segmento estejam preparadas para atender esse público. “Os visitantes estão cada vez mais exigentes e quando vão conhecer um novo lugar esperam o melhor de cada um. Além de bons restaurantes, oferecer uma estrutura hoteleira de qualidade é o caminho para dar uma boa percepção ao turista”, comenta.

E para que tudo saia como o esperado, o planejamento antecipado ainda é a melhor opção, de acordo com especialista. “O ideal é organizar a rota com o que pretende-se fazer, com todos os restaurantes e atrativos que querem passar. Há aqueles, por exemplo, que só atendem com reservas. Algumas agências já contam com viagens pensadas para esse público, o que facilita nas experiências com a gastronomia local”, finaliza.

Sobre a Tô Indo Viagens
Chancelada pelos mais importantes fornecedores e instituições ligadas a viagens do país, a Tô Indo Viagens tem mais de 10 anos de atuação. Além do atendimento a empresas e viajantes, a marca trabalha ainda com eventos corporativos e com a comercialização oficial de espaços para marcas nos camarotes da Oktoberfest. Mais informações: www.toindoviagens.com.br.