Melz Assessoria de imprensa

Placas veiculares do Espírito Santo passam a contar com sistema de rastreamento via código de barras
13/11/2015

Um crime cada vez mais crescente no país, a clonagem de placas veiculares não só traz dor de cabeça para os motoristas, como também prejuízo. Não é comum vermos casos de proprietários de veículos que passam por essa situação, tendo de arcar com multas e outros prejuízos sem sequer estar envolvido na infração.

Para reduzir o problema, o Espírito Santo passou a fabricar todas as placas do estado com um sistema de rastreamento. Desenvolvido pela Bludata, empresa catarinense de tecnologia da informação, ele será uma nova ferramenta no combate às fraudes. Desde a segunda quinzena de setembro, cada par de placas conta com quatro códigos de barras, que contêm não só as informações sobre o veículo, como também sobre o proprietário. Assim, através de uma simples leitura óptica, será possível conferir todas as informações e verificar alguma irregularidade.

José Henrique da Silva, diretor da Bludata, explica que o sistema, chamado EplacasNet conta com histórico armazenado em nuvem e pode ser acessado via internet. “O rastreamento das placas acontece desde a fabricação até a instalação no carro e as informações são atualizadas conforme alterações junto ao Detran, já que a solução é integrada ao sistema do órgão”, diz.

Além do Detran, as empresas credenciadas terão acesso à plataforma, para cadastramento de informações. Já a consulta dos dados está liberada para qualquer consumidor, através do portal www.detran.es.gov.br.

Cobrança via PagueVeloz
A startup catarinense PagueVeloz também engloba o projeto. A solução para pagamento e gerenciamento online de boletos irá facilitar a aquisição das novas placas, com possibilidade de parcelamento. Outra novidade é que em breve os consumidores terão a opção de pagamento via cartão de crédito. Todo o processo financeiro poderá ser feito pela internet, de forma rápida e segura.

Sobre a Bludata
Atualmente as soluções da Bludata são responsáveis pelo processamento de 24 milhões de habilitações para dirigir e 48 milhões de documentos veiculares ao ano. A empresa possui clientes em todo o país, com atuação predominante em São Paulo e Santa Catarina. Além da solução de Office Banking para a Creditran, também desenvolveu o internet banking do Banco Rendimento e uma solução de ensino EAD para o Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte (Icetran).Com sede em Blumenau (SC) a Bludata cresceu 15% no último ano e deve manter o mesmo percentual em 2015.

José Henrique da Silva fala sobre o sistema criado pela Bludata para garantir mais segurança às placas do Espírito Santo. Imagem: Daniel Zimmermann

José Henrique da Silva fala sobre o sistema criado pela Bludata para garantir mais segurança às placas do Espírito Santo. Imagem: Daniel Zimmermann