Melz Assessoria de imprensa

@rromba é a campeã da 23ª Gincana Cidade de Blumenau
08/09/2015

A @rromba é a campeã de mais uma edição da Gincana Cidade de Blumenau, tradicional evento que integra o calendário do aniversário do município. Cerca de 800 integrantes das nove equipes participantes aguardavam o resultado no setor 3 do Parque Vila Germânica neste domingo (6). Por volta das 18h30min, o nome tão esperado foi anunciado.

Gincaneiros que integram a equipe @arromba ouviram eufóricos o anúncio da vitória, que foi seguido de lágrimas e muita emoção. Nas colocações seguintes vieram as equipes Capitão Caverna e Amigos do Barney, que ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente. As colocações seguintes foram: Safari (4º lugar), Sherlock (5º lugar), Tribo dos Anjos (6º lugar), Coringas (7º lugar), Sonic (8º lugar) e Mik Dundee (9º lugar).

Para o presidente da @romba, Leonardo Regis Marini da Cunha, a preparação e o planejamento foram responsáveis pelo resultado. “Desde o início do ano fizemos reuniões, treinamentos, cadastros. É um trabalho que começa muito antes. O ano que vem começa no mês que vem”, diz. Esta é a terceira vez que a equipe ganhou a Gincana e primeira de Leonardo na presidência da equipe – ele participa como gincaneiro há 14 anos. “Não existe alegria maior do que essa”, revela, emocionado.

André Murilo Mrozkowski, coordenador da comissão de prova da Gincana Cidade de Blumenau, a marca deste ano foi o respeito entre as equipes. “Tivemos uma competição acirrada, como sempre, mas com o objetivo comum de fazer um evento bonito. As provas sociais cumpridas unanimemente mostraram que o papel de contribuir com a sociedade é muito presente e importante para as equipes”, disse. Para 2016, André acredita que as provas de lógica devem ganhar espaço.

Casamento surpresa
As fortes emoções das provas tiveram um quê de romantismo este ano. Depois da última prova, uma radionovela temática, apresentada ao vivo no palco montado no Setor 3, Bruna Pacheco foi surpreendida pelo noivo Heitor Kipfer, com um casamento surpresa. Os pais dos noivos e integrantes da equipe Sherlock acompanharam a cerimônia com lágrimas nos olhos.

A noiva nem desconfiava. Mas, graças a um trabalho planejados pelos amigos da equipe, não faltou nem o arroz que foi recebido pelos noivos depois da cerimônia.

Trabalho social
Desde abril, a programação de provas sociais foi intensa na Gincana Cidade de Blumenau. As equipes participaram de pedágios em prol de entidades, integraram ações do movimento 100em1dia, com intervenções como reforma de bibliotecas, de praças e visitas a asilos. Além disso, mostraram para alunos do ensino médio de escolas públicas a importância dos cuidados no trânsito, com palestras durante o Maio Amarelo.

Mais de quatro toneladas de mantimentos, 360 litros de leite e 3870 itens de higiene pessoal e limpeza, foram divididos entre 10 entidades blumenauenses, conforme a necessidade de cada uma. Além disso, os gincaneiros coletaram mais de 100 doações de sangue, 1,3 mil brinquedos que ainda serão doados para comunidades carentes e mais de 500 livros, repassados para o projeto AVILALÊ da Fundação Cultural de Blumenau, que leva literatura para a comunidade da Vila Itoupava.

Com a final desta edição, para o presidente da Liga dos Gincaneiros, Leandro Gouvêa, fica a saudade de um período cheio de histórias boas e acontecimentos inesquecíveis. “Mas o que é ainda mais importante é a sensação de dever cumprido. Conseguimos, mais uma vez, fazer blumenauenses felizes e promover a amizade, que são objetivos da gincana desde 1993, quando aconteceu a primeira edição”, lembra.

Sobre a Gincana Cidade de Blumenau
Desde a primeira edição, que aconteceu em 1993, a Gincana Cidade de Blumenau ganha importância para a região. O objetivo que deu início ao evento segue o mesmo: integrar a juventude à comunidade, por meio da realização de tarefas de cunho social, além de comemorar o aniversário do município de maneira alegre e solidária.

O tradicional evento reúne equipes próximo ao dia do aniversário de Blumenau, 2 de setembro. Nos meses antecedentes, os integrantes trabalham para cumprir as provas sociais, arrecadando mantimentos e participando de ações de doação de sangue, por exemplo. Como resultado, as toneladas de alimentos e donativos arrecadados são distribuídas para instituições beneficentes da região.

Emoção dominou os integrantes da @rromba depois da divulgação do resultado. Imagem: Daniel Zimmermann

Emoção dominou os integrantes da @rromba depois da divulgação do resultado. Imagem: Daniel Zimmermann