Melz Assessoria de imprensa

Schornstein Witbier ganha medalha de ouro na Copa Cervezas de América
03/10/2016

A Schornstein, cervejaria de Pomerode (SC) que completa 10 anos em 2016, começou outubro com motivos para festejar. No primeiro dia do mês, a marca recebeu duas medalhas da Copa Cervezas de América: ouro para a Witbier e bronze para a Pilsen. O concurso internacional realizado em Santiago, no Chile, teve mais de mil rótulos inscritos.

Adilson Altrão, diretor da cervejaria, comenta que o resultado coroa um novo momento vivido pela Schornstein. “Completamos a primeira década com uma nova fábrica que está entre as mais modernas do país, com uma surpreendente aceitação dos produtos com a nossa marca que são comercializados na loja e, agora, com duas premiações internacionais na Copa Cervejas de América”, comenta.

A Schornstein Witbier, premiada com o ouro, se destaca pelas notas frescas delicadas e cítricas de coentro, laranja e tangerina. O teor alcoolico é de 5%. Já tinha sido reconhecida com a prata no Concurso Brasileiro da Cerveja em 2014, ano em que foi lançada.

Já a Schornstein Pilsen é um rótulo que está no portfólio desde o início da marca. O bronze na Copa Cervezas de América vai para uma cerveja suave, com alto drinkabillity e cor cristalina, que deve ser degustada numa temperatura de 2 a 4°C.

Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

Sobre a Schornstein
Uma das pioneiras da cerveja artesanal no país, a Schornstein surgiu em 2006 na cidade mais alemã do Brasil. O nome da marca significa chaminé, uma das características do prédio onde foi fundada. A matriz da cervejaria fica em Pomerode (SC).

Atualmente, a indústria tem capacidade produtiva de 300 mil litros ao mês graças a uma nova fábrica inaugurada em junho de 2016. Lá são produzidos os os rótulos India Pale Ale, Bock, Weiss, Pilsen Natural, Pilsen Cristal, Stout e Witbier.