[31/08/2012] Casa di Fiore realiza fim de semana com descontos especiais

Quem gosta de plantas e procura por bons preços não pode deixar de visitar a Casa di Fiore neste fim de semana. No sábado (1º) e domingo (2), o maior garden center de Blumenau (SC) terá promoçõe imperdíveis para seus clientes. Samambaias, antúrios, palmeiras, plantas ornamentais, suculentas, cactos e outras espécies terão descontos de 10% a 50%. Itens como caixarias, cachepôs sintéticos, cuias, vasos de cerâmica e jogos de mesa com cadeiras para jardim também poderão ser adquiridos por preços especiais.

Durante os dois dias, os clientes que passarem pela Casa di Fiore serão recepcionados com café e suco. Além disso, quem comprar qualquer tipo de planta concorre automaticamente a uma floreira com temperos para deixar a cozinha ou a horta de casa mais bonitas. No sábado, o garden center atende das 8h30min às 16h, sem pausa para o almoço; e no domingo, das 9h ao meio-dia.

[26/07/2012] Vem aí mais um Dia D Ofertas

Que tal renovar a decoração da casa ou do jardim sem gastar muito? No próximo fim de semana, aproveite o Dia D Ofertas da Casa di Fiore para fazer isso. No sábado (28) e no domingo (29), o maior garden center de Blumenau terá preços especiais em diversos produtos. Samambaias, bromélias para jardim e outras plantas serão vendidas com 30% de desconto e parceladas em até 36 vezes pela Viacredi. As novidades ficam por conta de flores vindas diretamente de Holambra (SP) e Campinas (SP).

Além disso, a partir das 9h de sábado a Casa di Fiore oferecerá um café da manhã especial a seus clientes. A equipe do garden center estará presente também para instruir o público e esclarecer quaisquer dúvidas sobre plantas e jardinagem. No sábado, o Dia D Ofertas será das 9h às 16h; no domingo, das 9h ao meio-dia.

[28/06/2012] Mais saúde à mesa

Mesmo morando em apartamento, quem não gostaria de ter uma horta à sua disposição? Poder colher os temperos, frutas e legumes saudáveis e sem agrotóxicos para garantir uma alimentação saudável? Para a engenheira florestal e gerente da Casa di Fiore, Ana Glória Nunes, é perfeitamente possível cultivar diversas plantas, mesmo que o espaço disponível seja pequeno. “Para quem mora em apartamentos ou possui jardins com pouco espaço, a melhor opção é montar uma mini-horta. Com alguns cuidados básicos, em pouco tempo as plantinhas já poderão ir à mesa”, conta.

Segundo a gerente, as espécies mais procuradas pelos apaixonados por hortas são os temperos em geral, alface, couve, beterraba e morango, por serem de fácil cultivo. “Quando a horta é feita na vertical ou horizontal (com vasos nas paredes) sobra mais espaço para o plantio e o número de plantas que poderão ser cultivadas aumentam consideravelmente”, ressalta.

As árvores frutíferas não ficam de fora. Se o apartamento possuir sacada, algumas espécies podes ser cultivadas em vasos grandes. É o caso da jabitucabeira, que posta em local com sol e claridade com certeza dará frutos.

Além das regas, uma mini-horta exige alguns cuidados. Sol e luminosidade é fundamental para o desenvolvimento das plantas. “Além disso, os vasos precisam receber terra composta com adubo orgânico. Periodicamente é importante fazer a limpeza, a adubação e a aplicação de defensivos naturais, que evitam a proliferação de fungos. São cuidados simples, que garantem alimentos sempre frescos para a sua família”, completa.

Sobre a Casa di Fiore
A Casa di Fiore é o maior garden center do Vale do Itajaí. Localizado na Rua Fernando de Souza, próximo à Via Expressa, em Blumenau, trabalha com plantas, vasos, acessórios e produtos especiais. São mais de 1.600 metros quadrados de opções para os apaixonados por plantas.

[13/01/2012] Cultura oriental em forma de vaso

Você sabe o que é um bonsai? Vinda do Japão, essa planta é uma réplica artística de uma árvore natural em miniatura. Em outras palavras, representa um arbusto com dimensões reduzidas e plantado em um vaso de pequena profundidade. Os bonsais começaram a ser produzidos e comercializados em concursos e leilões, em cultivos amadores e sem estilo definido. Nos últimos vinte anos, a técnica tem tomado conta do mundo.

Ana Glória Nunes, engenheira florestal e gerente da Casa di Fiore, diz que o interesse pela planta vem crescendo junto a outras artes orientais altamente valorizadas. “Ao contrário do que se pensa, cuidar de um bonsai é razoavelmente fácil. Os três pontos principais são água luz e nutrição”, explica. Segundo Ana, o número de regas varia de acordo com o clima da época. Em dias normais, uma rega a cada dois dias é o suficiente. Em dias quentes, porém, é preciso aguar a planta até duas vezes ao dia.

Como todas as plantas, o bonsai precisa de luz para fazer a fotossíntese. Ana destaca que é importante pesquisar sobre as particularidades da planta, já que cada espécie necessita de cuidados diferentes. “Folhas amareladas significam excesso de luz. Folhas muito escuras, por outro lado, mostram que o bonsai precisa de mais sol”, ensina. A dica é mover a planta até que ela se estabilize completamente.

Para garantir que o bonsai receba todos os nutrientes importantes para crescer com saúde, você deve procurar o tipo de adubo ideal. Granulados, em pó ou líquidos, eles aparecem em formulações orgânicas ou minerais. “Os tipos orgânicos são os mais indicados, já que são menos arriscados. A recomendação é iniciar o cultivo com essa formulação e ir trocando aos poucos”, aconselha Ana.

[20/12/2011] Existe vida após o ar-condicionado?

Quem vive em cidades grandes e com intensas ondas de ar seco, sabe: o verão torna praticamente obrigatória a presença do ar-condicionado. Porém, em meio ao vislumbre de dias mais frescos, um detalhe pode acabar sendo deixado de lado: as plantas. Ambientes tomados pela praticidade da refrigeração do ar são prejudiciais para a maioria das espécies ornamentais. Com a falta de umidade, elas sofrem uma desidratação acelerada e, gradativamente, adquirem um aspecto queimado. Resultado: não há regeneração possível e a folhagem se desintegra completamente.

Ana Glória Nunes, engenheira florestal e gerente da Casa di Fiore, explica que há medidas a serem tomadas para evitar que isso aconteça. “É vital abastecer as plantas com a umidade necessária, instalando pontos de fornecimento pela evaporação: a terra do vaso, na superfície, pode ser um deles”, diz. “Além de ajudar a umedecer as folhas, estes pontos ajudam a desenvolver novas mudas”, complementa.

A luminosidade é outro fator importante para a sobrevivência das plantas no ar-condicionado. Lâmpadas fluorescentes não são indicadas, já que produzem muita claridade e não emitem os raios necessários para o processo de fotossíntese.

Por fim, Ana destaca que os cuidados com a adubação também merecem atenção. “Fertilizantes foliares podem ser utilizados uma vez ao mês, porque suprem as necessidades para o crescimento sadio das plantas. Eles são ricos em micronutrientes como zinco e cobre”, conclui.

Facebook
LinkedIn
Instagram