[14/09/2012] Hi Soluções passa a fazer troca de iPhones fora do prazo de garantia

Seis meses depois de ser autorizada pela Apple a fazer trocas de iPhones, a Hi Soluções, assistência técnica especializada de Blumenau (SC), recebeu o aval da marca para trocar smartphones avariados que estejam fora do prazo de garantia. O serviço é direcionado a aparelhos que tenham mais de um ano de vida útil. Quedas ou sensores de umidade ativos também garantem a substituição. O preço da troca no caso de garantias expiradas pode variar de acordo com o modelo de iPhone.

Ana Bilbao, diretora da Hi Soluções, diz que a novidade vai beneficiar o usuário Apple que está acostumado com o atendimento da empresa. “Temos um público fiel e que exige excelência em qualquer situação. Por isso, acreditamos que este seja mais um grande passo rumo à satisfação total dos clientes”, explica.

Sobre a Hi Soluções
Com dois anos de atividades, a Hi Soluções atua como Centro de Serviço Autorizado Apple. Com sede em Blumenau, a empresa conta com técnicos certificados para assistência técnica.

[21/03/2012] Morphy lança guia mobile no Festival Brasileiro da Cerveja

O Festival Brasileiro da Cerveja acontece entre os dias 21 e 24 de março de 2012, em Blumenau (SC). Além das 86 cervejarias expositoras, seis restaurantes e diversas atividades paralelas, o evento deste ano também terá como atração o lançamento de um aplicativo para celular feito para os apreciadores da bebida. O Bier Tab é, como o nome em alemão diz, um verdadeiro guia da cerveja.

Todas as marcas das cervejarias participantes do Festival fazem parte desta primeira versão do aplicativo, que permite que o usuário conheça todas as cervejas disponíveis no evento, dê notas para aquelas que provou e ainda faça seus comentários. O aplicativo pode ainda ajudar o visitante do Festival a escolher qual cerveja beber conforme a qualificação ou os comentários positivos de outros usuários.

Marlon Souza, diretor da Morphy Agência Interativa, empresa que desenvolveu o Bier Tab, explica que o plano de lançar um aplicativo como este existe há algum tempo e que o Festival é o melhor lugar para o seu lançamento. “As pessoas visitavam os estandes e provavam as cervejas, mas não tinham como deixar registradas suas opiniões, que podem ajudar outras pessoas a escolher o que beber no Festival ou depois dele”, diz. “A tecnologia ajudou a resolver isto e agora no Bier Tab é possível compartilhar estas informações, que continuam importantes mesmo após o término do evento”.

O executivo não esconde a idéia por trás do Bier Tab. “Com a troca de informações queremos gerar uma verdadeira rede social em torno das cervejas, que terá os smartphones como principal plataforma”, comenta Marlon. A versão disponível para o Festival Brasileiro da Cerveja apresenta apenas algumas das funcionalidades planejadas para o aplicativo, que já terá novas versões disponíveis nas próximas semanas.

Para baixar o aplicativo basta acessar www.biertab.com.br e fazer o download. Ele está disponível para Android e pode ser instalado também pelo próprio aparelho com este sistema operacional através da loja de aplicativos do Google. A versão para iPhone e iPod já foi enviada para publicação pela Apple e deve ser liberada para download na App Store nos próximos dias.

Morphy incorpora Honorsoft Interactive
O Bier Tab é também o primeiro produto mobile próprio da Morphy Agência Interativa após a incorporação da Honorsoft Interactive, uma empresa especializada em aplicativos para smartphones e tablets que estava incubada no Instituto Gene.

A incorporação, segundo Marlon, segue o planejamento da Morphy de reforçar sua presença no mercado de aplicativos móveis. “Já tínhamos uma posição consolidada no desenvolvimento de aplicações interativas para Internet e computadores, mas precisávamos atuar de forma mais expressiva nos smartphones. Já trabalhávamos com essas tecnologias e a incorporação da Honorsoft reforçou ainda mais este serviço no portfólio da empresa”, afirma.

A Honorsoft Interactive realizou trabalhos para diversas empresas de Blumenau. Um dos destaques foi a versão mobile do Guia Fácil. Também desenvolveu alguns projetos próprios como o jogo Rock to Hockey, que teve mais de 300 mil downloads na App Store e ganhou o selo “What is Hot!” da Apple. “Já vínhamos acompanhando o trabalho da Honorsoft há algum tempo e nos pareceu natural atrair estes talentos para a nossa equipe”, completa o diretor da Morphy.

[13/03/2012] Hi Soluções passa a fazer troca de iPhones

Quem comprou um iPhone e vai ter que trocar o aparelho agora não precisa mais ir até a operadora. Ontem (12), a Apple autorizou centros de serviço autorizados a efetuarem a troca do aparelho. Em Blumenau (SC), a Hi Soluções já está realizando a operação.

Ana Bilbao, diretora da empresa, explica que a autorização representa mais uma facilidade para os usuários. “A Hi Soluções já vende acessórios e faz assistência de iPods e Macs. Para o usuário que precisa efetuar a troca, agiliza o processo, além dele poder contar com uma estrutura de técnicos especializados para tirar dúvidas e conversar sobre o equipamento”, explica. Ela completa que o usuário tem menos burocracia e vai direto a um lugar autorizado pela Apple.

Para que a Hi Soluções efetue a troca, o aparelho não pode ter nenhum tipo de marca de mau uso nem estar desbloqueado ilegalmente.

Sobre a Hi Soluções
Com dois anos de atividades, a Hi Soluções atua como Centro de Serviço Autorizado Apple. Com sede em Blumenau, a empresa conta com técnicos certificados para assistência técnica.

[19/10/2011] Levantar para que?

Há um ditado que diz que a necessidade é a mãe da criatividade. Pode até ser verdade, mas conforto e comodidade foram essenciais para muitas invenções que hoje utilizamos e não percebemos como seriam as coisas sem elas. Um exemplo claro é o controle remoto. Seu primeiro modelo surgiu em 1950 e tinha apenas um botão. Seu propósito? Remover a necessidade de ter que levantar-se para mudar os canais na televisão.

Apesar de a tecnologia para criar a primeira televisão tenha surgido em 1923, demorou quase três décadas para a invenção do primeiro controle remoto. E não era tão remoto assim. “O modelo, criado pela Zenith Radio Corporation, era conectado ao televisor por um fio. Além disto, possuía um único botão para trocar de canais, ou seja, para mudar o volume ou ligar e desligar o aparelho, a pessoa precisava ir até a TV”, explica Francisco Marengo, diretor técnico da Prime Home. Uma curiosidade sobre este modelo é seu nome: “Lazy bones”, ou “ossos preguiçosos”. “Não há dúvida de que o controle remoto foi inventado para quem gosta de ficar bem relaxado no sofá sem ter que se levantar”, brinca o diretor.

Cinco depois, a Zenith resolveu remover o fio, o que tornou o controle verdadeiramente portátil. O único problema era que a pessoa utilizando-o precisava ter boa mira. O “Flash-matic tuning” tinha o formato de uma pequena arma e funcionava como uma lanterna. Fotocélulas na TV eram iluminadas pelo controle, o que tornava possível desligar ou ligar o aparelho e o som e mudar de canais. “A desvantagem é que as fotocélulas não diferenciavam a luz do controle da luz de outras fontes. É possível imaginar as confusões que surgiam disto”, comenta Marengo.

Em 1956, surgiu outro modelo, o “Zenith Space Command”. Além de ser sem fio, possuía botões próprios para cada função. A tecnologia usada era a transmissão de ondas ultrassom. “O modelo era caro para a época. Foi com a introdução de transistores que a tecnologia barateou”, esclarece o diretor. Além dito, as ondas ultrassom estão em uma freqüência que podia ser influenciada por outros aparelhos na mesma faixa. Até mesmo alguns animais como cachorros se sentiam incomodados, graças a sua audição aguçada.

Mas a tecnologia evoluiu. Logo as TVs passaram a ter centenas de canais e mudar um por um não era mais um conforto e, sim, uma tortura. Em 1977, a ITT, a pedido da BBC, criou o Protocolo ITT infravermelho, o que possibilitou os controles que utilizamos até hoje. Com a invenção de aparelhos de som, home theaters, players de DVD e outros eletrônicos, as casas começaram a ter controles demais. “Foi então que surgiram os primeiros modelos universais. A automação é a área que mais os utiliza, pois hoje é possível não controlar apenas um mídia center, mas todas as áreas da casa, desde cortinas elétricas até iluminação e som ambiente”, exemplifica Marengo.

E qual modelo é a estrela da atualidade? “A resposta é simples: nenhum. Graças à automação é possível não precisar de nenhum controle. Hoje em dia integramos o sistema a iPhones, iPods e iPads, por exemplo. Claro, existem controles universais, mas a tendência minimizar o número de aparelhos que se carrega. Se você já tem um celular que está sempre no bolso, por que você iria querer mais um controle para o resto?”, finaliza.

[20/07/2011] Como tocar sem tocar

Basta um toque para transferir sujeira e gordura. Um toque um pouco mais forte para criar uma mancha permanente e menos força do que você imagina para danificar irreversivelmente uma touchscreen. Então, como cuidar para que não suje, dê defeito e finalmente quebre? Henrique Bilbao começa com uma dica simples: atenção.

O sócio da Hi Soluções, diz que os primeiros e mais importantes cuidados são em relação à segurança do aparelho. “Uma touchscreen é sensível ao toque. E por responder até mesmo a esta simples ação, ela é igualmente sensível a qualquer outra pressão igual ou maior”, comenta. Levando isto em conta, entendemos a importância da atenção ao transportar o aparelho.

“Qualquer dono de iPod Touch ou iPhone costuma levá-lo no bolso. Isto já é um erro. Se a tela não estiver protegida por uma película ou capa, ela vai ser arranhada facilmente”, diz Henrique, que enfatiza que aparelhos touchscreen devem ser transportados sozinhos. “Estando no bolso da calça ou dentro de uma mochila ou mala, o aparelho está sujeito a batidas, raspões, pressão de outros objetos dentro do compartimento e pressão exterior. É importante, por exemplo, não colocar junto de uma chave, que arranha facilmente o aparelho. Tudo isto pode causar manchas irreversíveis na tela, por danificar o LCD, além de trincamentos e até quebra”.

Mas o que fazer quando arranhões aparecem? Alguns recomendam esfregar pasta de dente branca. Outros, cera automotiva. Existem lojas que vendem substâncias especiais e há até quem diga que borracha escolar resolve. Henrique oferece sua própria dica. “Eu diria que a melhor forma é evitar que eles apareçam. Vale mais ter cuidado com o aparelho do que tentar resolver com meios duvidosos que podem danificar ainda mais”.

Quanto à limpeza, o assunto é mais fácil. Um dos materiais mais recomendados é um pano de microfibra. “Por ser artificial, não irá deixar pequenos pêlos na tela”, explica Henrique. A flanela pode ser adquirida em diversas lojas e basta esfregar levemente na tela. “Se a tela estiver muito suja, deve se ter paciência. Força demais pode danificar o aparelho”, adverte. Outra solução é algodão umedecido com água. Ambos não possuem outros componentes, portanto não há risco de manchar ou danificar a tela. Henrique lembra que nunca se deve derramar o líquido diretamente na tela. “Basta umedecer um pouco e esfregar leve e repetidamente”.

“São cuidados simples e a limpeza exige apenas paciência e leveza na mão. É útil também utilizar uma película ou capa, mas o principal ainda é o cuidado pessoal com o aparelho”, finaliza Henrique.

Facebook
LinkedIn
Instagram