[31/10/2012] Fakini propõe mergulho do imaginário

Sair da rotina e ver o próprio trabalho sob uma nova ótica. Essa é uma explicação simples que talvez não contemple todo o aprendizado adquirido pelos participantes do Santa Catarina Moda Contemporânea (SCMC), mas, de acordo com o coordenador de marketing da Fakini, Luiz Carlos Gama Junior, apresenta a ideia principal. A indústria é uma das 14 empresas integrantes do sétimo ano do projeto que reúne empresas têxteis e de design com instituições de ensino e pesquisa para fomentar o desenvolvimento da moda no Estado.

Cada edição tem duração de um ano. Durante esse período, o SCMC oferece aos integrantes uma série de produtos segmentados, todos com o objetivo de capacitar, trocar experiências e conhecimentos. Essa troca permite um intercâmbio de informações que culmina em crescimento e profissionalização. O final da jornada é marcado por um evento, onde todos os envolvidos se encontram para a apresentação dos trabalhos elaborados.

Esse ano, o evento final será realizado em Jurerê Internacional no P12 Parador Internacional nos dias 23 e 24 de novembro. A proposta dessa edição é a criação de uma identidade de moda para Santa Catarina, com base no Resort Culture. O Glamping foi o conceito adotado para a exposição dos trabalhos. Uma espécie de acampamento glamouroso será montado no local. Tendas irão abrigar as coleções desenvolvidas pelas equipes. Além disso, fashion videos dos times serão exibidos para os convidados. Segundo Junior, é uma espécie de desfile eletrônico, com duração de cerca de um minuto, que apresentará um dos produtos da capsule collection de cada equipe participante. As imagens foram feitas com os grupos individualmente no P12 e tem relação com o conceito utilizado para desenvolver o trabalho final.

O trabalho elaborado pela Fakini, em parceria com a Udesc, teve como objetivo a criação de uma coleção com o intuito de constituir um novo conceito à marca Playground. Após diversas pesquisas realizadas no mercado, a conclusão foi a de investir no conceito de que criança deve ser criança para curtir cada momento da infância.

De acordo com a coordenadora de estilo da marca, Daniela Bonin, a partir da inspiração do Resort Culture, foram várias as ideias para atrelar com o que se buscava para a marca. “Chegamos à frase conceito: o maior playground de uma criança é a sua imaginação. Relacionando a água com a infância, propomos a ideia de que basta um mergulho para todos nós voltarmos a ser crianças. Essa definição final foi intitulada de Mergulho do Imaginário”, explica.

As propostas para os looks que serão apresentados no evento final dizem respeito a uma criança livre e esportista. Ela precisa de conforto e praticidade para brincar mundo a fora. Estampas frescas, modelagens leves, confortáveis e flutuantes e tecidos finos e com transparência, bem como a versatilidade de se ter duas peças em uma só, passam essa ideia. Os detalhes esportivos se evidenciam nas formas gerais e detalhes como zíperes e fivelas, que dão o toque final dessa criança totalmente livre para mergulhar em seu imaginário.

Time criativo da Fakini durante a realização do fashion video inspirado no trabalho que será apresentado durante o evento final.

[05/10/2012] Fakini Malhas inicia reformulação da identidade visual da marca

Com cerca de 18 anos de história, a Fakini Malhas passa por uma reformulação na marca. Para traduzir a nova fase, em que a empresa, além de moda infantil, passa a desenvolver roupas para o público adulto e juvenil, a logomarca foi modificada para se ajustar a esse novo cenário. E isso é apenas o começo.

A diversificação do mix de produtos trouxe a necessidade de adequação ao público que a indústria pretende atingir. De acordo com o coordenador de marketing da Fakini, Luiz Carlos Gama Junior, a nova identidade visual está mais sóbria, com traços simples e organizados e com um visual moderno e versátil. “A tagline Malhas caracteriza a logomarca institucional, que será utilizada quando apresentarmos a empresa, sem definição de produtos ou coleções. A cor azul permanece, para manter a identidade utilizada até hoje pela marca, mostrando a nossa evolução e reforçando a confiança dos consumidores”, explica.

Ao longo dos próximos meses, gradativamente, toda a comunicação que envolve a Fakini, suas unidades e marcas serão alteradas. A intenção com isso, de acordo com Junior, é fortalecer o nome da empresa, dando uma cara própria para cada segmento, ao mesmo tempo em que seja possível encontrar em cada traço, uma semelhança com o todo.

Sobre a Fakini
Localizada em Pomerode (SC), a Fakini Malhas foi fundada em 1994. A empresa tem duas unidades fabris que somam 200 mil metros quadrados e tem capacidade produtiva de aproximadamente 800 mil peças por mês.

A empresa trabalha com as linhas Fakini kids, Fakini Teens e no adulto com Fakini Women, Fakini Men e Fakini Plus Size, com a marca própria Playgroud e com licenciados como O Gato Félix, Os Flinstones, Baby Boop, Disney, Os Simpsons, Pucca, Os Smurfs, Young Justice, DropDead, Transformers, Batman, Olive Oyl, Ursinhos Carinhosos, Krypto e Mila&Co.

Facebook
LinkedIn
Instagram