[18/01/2012] Conforto acústico: alternativas para o bem-estar e para a saúde

Não é raro ouvir alguém reclamar que ouve o barulho do vizinho. Também são comuns os comentários sobre a interferência dos ruídos externos (trânsito, sirenes) quanto internos (água, esgoto, ar condicionado). Para resolver essa questão, geralmente são aplicados materiais para aumentar o conforto sonoro. Há, inclusive, uma normativa para níveis de ruído e conforto acústico, a NBR 15.575:2008.

O arquiteto Osvaldo Segundo explica que a questão sonora não é só relacionada com o conforto, mas também com a saúde. “O número de decibéis é também definido pelo que interfere ou não na saúde das pessoas que estão no ambiente. Por isso, também, os cuidados são tão necessários”, explica.

Com informações da revista Equipe de obra e do arquiteto, explicamos abaixo quais são os principais materiais utilizados para fazer o isolamento.

Lã de vidro
“É um sistema muito utilizado em projetos residenciais e comerciais. Tem um alto poder de isolação térmica, não deteriora, não apodrece e não ataca superfícies com que entra em contato”.

Lã de PET
“Como o próprio nome diz, é feito de garrafas PET e 100% reciclável. Tem tudo a ver com o apelo sustentável de alguns projetos. Outra vantagem é que ele é muito resistente à proliferação de fungos e bactérias”.

Lã de rocha
“É mais densa do que as outras opções. Mas também é mais fácil de manusear, resiste a altas temperaturas e não apodrece em contato com a umidade”.

Espumas acústicas
“Servem também como redutores de propagação de chamas. Têm boa absorção de ruídos, variedade de acabamentos e já vêm prontas para serem fixadas. Geralmente é utilizada como tratamento acústico em locais como auditórios, salas de máquinas e estúdios”.

Borracha sintética
“Suas principais utilizações são no revestimento acústico de tubulações, no isolamento acústico de pisos e lajes de apartamentos e em geradores e salas de máquinas. É de material lavável, pode ser utilizada em tubulações de água quente e isola ruídos de passagens de água e esgoto”.

Painel wall
“É indicado para forros, mezaninos, paredes e divisórias. Além da parte acústica, tem bom desempenho térmico e estanque à água”.

[17/10/2011] Morar em alto estilo

Ter uma casa para morar em tempos de expansão dos prédios residenciais é uma oportunidade rara. E aproveitar da melhor forma as possibilidades deste estilo de vida foi o objetivo de dois projetos do Osvaldo Segundo Arquitetos Associados aprovados na última semana. Os dois projetos serão executados na cidade de Canoinhas (SC).

Apesar de bem diferentes (e você vai saber abaixo porque), as duas casas não tem muros para a rua. É uma forma de gentileza urbana, com a ampliação das calçadas e sem a obstrução da visão. Uma forma de melhorar o espaço nas cidades.

Colla
Construída num terreno urbano e relativamente pequeno, a Residência Colla fica dentro de um loteamento. O projeto foi desenvolvido a partir de uma piscina aquecida e coberta que liga a casa com a área de lazer. Toda a área social e a suíte principal se abrem para a área externa da casa.

Outro detalhe da casa são os brises de alumínio que permitem uma ventilação natural e sombras para os quartos quando necessário, sem perder a privacidade.

TCK
Integração. Esta é a palavra-chave do projeto TCK. O banheiro está integrado com o quarto, a sala com a cozinha. O terreno tem mais liberdade de espaço e uma vista panorâmica da cidade. Isso possibilitou um projeto sem uma área de fundos: um lado se abre para a rua e outro para a cidade.

A sala tem um pé-direito duplo e vidro nas duas faces para proporcionar a visão da cidade também para quem passa pela rua. Também no sentido de gentileza urbana, ela não é um obstáculo: proporciona visão para todos. E, como a sala fica num nível abaixo da rua, a privacidade é garantida.

[05/10/2011] OSA no Design Forum Megatendências

“O espírito do tempo e suas principais influências nas mudanças do comportamento das casas no Brasil”. Este foi o tema do Design Forum Megatendências que teve a participação do arquiteto Osvaldo Segundo. O evento aconteceu em São Paulo (SP) no dia 27 de setembro.

Os três principais temas abordados no DF Megatendências foram: como desconstruir padrões e criar projetos com mais flexibilidade, fluidez e interligação; a mulher independente valoriza mais o interior design e as influências das macrotendências européias no design de interiores do Brasil que influenciam no comportamento das casas no país.

O arquiteto Osvaldo Segundo, que participou do evento, comenta que a quantidade e a qualidade das informações obtidas estarão refletidas nos projetos do escritório. “Participamos seguidamente de eventos como este. O nosso papel é interpretar as tendências mundiais e transformá-las em conforto e qualidade de vida para os nossos clientes”, afirma.

Durante a viagem, o arquiteto conheceu também obras em andamento e já entregues da MaxHaus e da IdeaZarvos.

[23/09/2011] Key Biscayne: surpreendente

Identidade, surpresa e conforto. O projeto entregue pelo Osvaldo Segundo Arquitetos Associados no prédio Key Biscayne traz estes três conceitos com uma proposta diferenciada em quase todos os detalhes. O apartamento é de um jovem empresário que optou por materiais inusitados para surpreender os seus convidados em confraternizações realizadas no local.

Até as paredes traduzem esta personalidade. Já ao entrar no apartamento, no hall de entrada, a parede principal é de aço córten. Osvaldo Segundo explica que o material nada mais é do que uma placa metálica especial enferrujada. “É um material surpreendente. Pouco usual e muito bonito”, afirma. “Ele é muito utilizado nos Estados Unidos e na Europa, revestindo, inclusive, fachadas de residências e edifícios mais contemporâneos e ousados”.

O rack do hometheater é em laca acetinada preta, que compõe com a cor e a textura do aço córten. “Os pés, em diferentes diagonais, experiência já utilizada e bem sucedida, criam a atmosfera retrô para o móvel”, explica o arquiteto que lembra que a experiência com este formato também foi bem sucedida no Manhattan.

Outro diferencial do home theater é abertura para os cabos a mostra. “É como se ela fosse feita sem precisão, sem o menor cuidado. Tudo para manter o ar despojado do ambiente”, diz Osvaldo. A inspiração foi no Sesc Pompéia, projeto de Lina Bo Bardi, em São Paulo (SP).

E o toque final é o lavabo. Por lá, a idéia é que os convidados interajam com o ambiente através das paredes que são um quadro negro. “É um símbolo escolar da vida de muita gente. Tornou o ambiente democrático, já que cada um pode deixar o recado que quiser”, explica Osvaldo. No mesmo ambiente, há uma composição de espelhos simples, de lojas de R$ 1,99, que faz alusão ao laranja enferrujado do hall de entrada e do hometheater e com o preto do hack. “A bancada é em córian, material extremamente sofisticado, equilibrando com os outros elementos do lavabo”.

Para ver as imagens deste projeto no Flickr, clique aqui. Você também pode acessar o Facebook do Osvaldo Segundo Arquitetos Associados.

[01/08/2011] Vasselai lança o Residencial Barolo

Reconhecida por seus projetos arrojados e cheios de diferenciais, a Vasselai Incorporações entregou neste sábado, dia 30 de julho, o Residencial Barolo. São quatro andares e 16 apartamentos de dois quartos. Metade deles com suíte. Ao total, são 1.120 metros quadrados de área construída.

Osvaldo Segundo, um dos arquitetos responsáveis pelo projeto, comenta que as inspirações foram na arquitetura contemporânea. “Entre os destaques estão o espaço gourmet, o telhado verde e a área de convívio que se abre para o exterior do prédio”, explica. Já os móveis, segundo Osvaldo, foram definidos pelo conforto e pelo design. Entre os elementos estão o sofá freeform, cadeiras Bertoia (clique aqui para ler mais sobre o designer), uma mesa de demolição e bancos da Casa de Maria, além de uma obra do artista catarinense Nestor Jr.

O edifício fica na Rua Sargento Jones Arthur Senábio, no bairro Fortaleza, em Blumenau.

FICHA TÉCNICA
Construção e Incorporação: Vasselai Incorporações Ltda.
Projeto arquitetônico: Osvaldo Segundo, Aliessa Sabadin, Christian Krambeck, Daniela Pareja.
Projetos complementares: WMZ engenharia
Fotos: Fábio Jr.

 

Facebook
LinkedIn
Instagram